BRASILEIRÃO

Anatel apreende mais de 15 mil carregadores de celular clandestinos em São Paulo

Anatel apreende mais de 15 mil carregadores de celular clandestinos em São Paulo
Nesta quarta-feira (16), a Agência Nacional de Telecomunicações comunicou ter apreendido 15,2 mil carregadores de celular não homologados em São Paulo. A operação foi realizada nas imediações da Rua 25 de Março, área conhecida pela atividade intensa de comércio, na região central da capital paulista. De acordo com a entidade, este foi o resultado da…

Nesta quarta-feira (16), a Agência Nacional de Telecomunicações comunicou ter apreendido 15,2 mil carregadores de celular não homologados em São Paulo. A operação foi realizada nas imediações da Rua 25 de Março, área conhecida pela atividade intensa de comércio, na região central da capital paulista.

De acordo com a entidade, este foi o resultado da fiscalização feita em um grande distribuidor de carregadores para smartphones. Ao todo, a quantia estimada dos equipamentos presos representa algo equivalente a R$ 180 mil na somatória.

A atuação da agência faz parte do Plano de Ação de Combate a Pirataria (PACP) e teve participação de nove agentes de fiscalização da Anatel/SP. A Polícia Federal também colaborou com agentes.

O braço paulista do órgão regulador relembra ter realizado outras três operações de fiscalização no estado em novembro: uma em São José do Rio Preto, uma em Ribeirão Preto e outra na capital. Nessas três ocasiões, foram apreendidos R$ 160 mil em aproximadamente 11 mil carregadores ilegais para celulares.




Economia e mercado
27 Nov




Segurança
16 Out

Vale lembrar que, em outubro deste ano, a Anatel ainda chegou a recolher mais de 240 mil dispositivos eletrônicos – entre eles, TV boxes, smartwatches e outros eletrônico – que teriam entrado no país, durante ação em conjunto com a Receita Federal. O número compreenderia o total do período de julho a setembro de 2020.

Qual é a sua avaliação sobre o resultado desta nova operação da Anatel em São Paulo? Deixe sua opinião para a gente nos comentários abaixo.


Fonte