BRASILEIRÃO

Após atraso em voo, Arboleda se reapresenta ao São Paulo

Após atraso em voo, Arboleda se reapresenta ao São Paulo
Antes mesmo de iniciar os trabalhos nesta quarta-feira, o São Paulo teve uma boa notícia. O zagueiro Arboleda, que defendeu o Equador na Copa América, se juntou ao elenco que está concentrado no CT de Cotia durante a pausa. O defensor teve seu retorno adiado em um dia por conta de problema no voo que…

Antes mesmo de iniciar os trabalhos nesta quarta-feira, o São Paulo teve uma boa notícia. O zagueiro Arboleda, que defendeu o Equador na Copa América, se juntou ao elenco que está concentrado no CT de Cotia durante a pausa. O defensor teve seu retorno adiado em um dia por conta de problema no voo que o traria para o Brasil na última segunda-feira.

Arboleda voltou a treinar com os companheiros nesta quarta-feira (Foto: Reprodução/Twitter São Paulo)

Foto: Lance!

O jogador era esperado para treinar na terça-feira, mas ao fazer escala em Lima, no Peru, após sair de Quito, no Equador, soube que seu voo para São Paulo não chegaria no horário previsto, por volta de 5h da manhã de terça-feira. A remarcação da passagem só possibilitaria a chegada na tarde do mesmo dia, o que o tirou definitivamente do treinamento.

Assim, Arboleda se reapresentou nesta quarta-feira, no CT de Cotia, para se juntar ao grupo que está concentrado e se prepara para o segundo semestre da temporada. Antes de ir para o campo, o zagueiro cumprimentou funcionários e companheiros de time. A última partida dele antes de servir ao Equador, foi no dia 29 de maio, contra o Bahia, pela Copa do Brasil.

Cotado para ser disputado por clubes do mercado externo, Arboleda ainda não recebeu propostas para sair, de acordo com pessoas do clube. Após a eliminação equatoriana na Copa América, ainda na fase de grupos, o defensor chegou a colocar em dúvidas sua permanência no Tricolor, e deixou o futuro nas mãos do clube e dos empresários. O mais provável, porém, é que ele continue vestindo a camisa do São Paulo, pelo menos até o fim do Brasileirão.

Fonte