BRASILEIRÃO

Bolsonaro segue internado em SP e sofre críticas de opositores

Bolsonaro segue internado em SP e sofre críticas de opositores
Após o presidente Jair Bolsonaro (PL) ser internado nesta segunda-feira (3) no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, as redes sociais viraram verdadeiros ringues de luta política entre a oposição e a situação. No Twitter, onde os embates são mais frequentes, apoiadores de Bolsonaro reapareceram com a pergunta “Quem mandou matar Bolsonaro?” e levantaram…

Após o presidente Jair Bolsonaro (PL) ser internado nesta segunda-feira (3) no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, as redes sociais viraram verdadeiros ringues de luta política entre a oposição e a situação. No Twitter, onde os embates são mais frequentes, apoiadores de Bolsonaro reapareceram com a pergunta “Quem mandou matar Bolsonaro?” e levantaram a hashtag que ficou em primeiro lugar nos assuntos mais comentados da plataforma. Esse questionamento vem sendo levantado desde quando Bolsonaro sofreu uma facada durante a campanha eleitoral de 2018.

Em contrapartida, os opositores de Bolsonaro levantaram a hashtag “#vagabundo” que chegou a ser também um dos assuntos mais discutidos no Twitter. Essa expressão é uma crítica ao fato de Bolsonaro ter aproveitado as férias com passeios em moto aquáticas, enquanto vários municípios do estado da Bahia sofriam com os estragos provocados pelas chuvas intensas na região.

O deputado federal Nilto Tatto (PT-SP) foi um dos opositores que ironizou a internação de Bolsonaro. Segundo o parlamentar, nas três semanas em que esteve de férias, o presidente estava “ótimo” e teve tempo até para pescar, enquanto o povo baiano sofria uma tragédia. “Hj, no primeiro dia útil do ano, o presidente meteu um atestado.

Nada de novo pra quem tá sem trabalhar há + de 30 anos como deputado e agora presidente”, concluiu o petista.

Bolsonaro tem melhora

Boletim divulgado pela equipe médica do hospital Vila Nova Star na noite de segunda-feira informa que o presidente, após a colocação de uma sonda nasogástrica, não apresenta febre nem dor abdominal.

Ainda segundo o boletim, Bolsonaro fez uma curta caminhada no corredor do hospital e ainda está em tratamento clínico.

Bolsonaro estava em férias no estado de Santa Cantarina quando passou mal após o almoço de domingo e foi levado para São Paulo na madrugada de segunda. Ainda na manhã do domingo, Bolsonaro tinha passeado de moto aquática no litoral de SC.

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Fonte