BRASILEIRÃO

Convocações, revelações e resultados: gerente analisa ano da base do Vasco

Convocações, revelações e resultados: gerente analisa ano da base do Vasco
Depois de passar por mudanças estruturais e filosóficas, a base do Vasco novamente se destacou entre as maiores forças do país. Mesmo com poucos títulos, a categoria chegou a fases decisivas nas competições e colheu frutos, revelando até alguns jogadores para o time principal durante o ano de 2019. Só nesta temporada, o Vasco sub-20…


Depois de passar por mudanças estruturais e filosóficas, a base do Vasco novamente se destacou entre as maiores forças do país. Mesmo com poucos títulos, a categoria chegou a fases decisivas nas competições e colheu frutos, revelando até alguns jogadores para o time principal durante o ano de 2019. Só nesta temporada, o Vasco sub-20 foi campeão da Taça Rio, vice na Copa São Paulo, Taça Guanabara, Estadual, Torneio OPG e Copa RS. Na Copa do Brasil e no Brasileirão, a equipe caiu na semifinal. O sub-17 foi até a semifinal da Copa do Brasil.

– O título não é o mais importante. Na base o mais importante é formar, ter a filosofia e a metodologia bem implantadas. Do outro lado tem trabalho também. O lado positivo é estar ensinando para os meninos poderem vivenciar esse tipo de jogo. Acho que 2019 foi um ano bem melhor do que 2018. Em termos de resultado, formação, porque em 2018 nós chegamos e criamos uma nova metodologia no clube, filosofia diferente, alguns tiveram que passar por um processo de adaptação. Esse ano houve uma coisa mais firme, eles entenderam o processo. Funcionou melhor para eles e para os meninos que já trabalhavam no clube, treinadores, auxiliares etc. Foi um ano super positivo. Praticamente chegamos em quase todas as categorias. Conquistamos alguns títulos na sub-15 e sub-14. A sub-16 foi vice-campeã, a sub-17 chegou em uma semifinal de Copa do Brasil. O sub-20 quase chegou em todas as competições. De um modo geral foi positivo. Acredito que em 2020 dê para consolidar ainda mais a metodologia – disse Carlos Brazil, gerente geral de futebol de base, ao L!.

Entre as convocações para a Seleção Brasileira, o Vasco teve 15 jogadores lembrados nas listas. Entre eles, Andrey, Kauã Lucas e Hygor no sub-15, Cadu, Caio Buiu, Marlon Gomes e Caio Dantas no sub-16, Talles e Riquelme no sub-17, Lucão, Bruno Gomes, Vinicius e Nathan no sub-18, Gabriel Pec no sub-20, e Lucão no sub-23.

Na lista dos inscritos pelo Vasco para a Copa São Paulo de Futebol Júnior, chamou a atenção a presença do volante Bruno Gomes e do atacante Gabriel Pec. Os dois chegaram a fazer algumas partidas pelo sub-20 depois de atuar no profissional, mas tinham a expectativa de ficar totalmente integrados em 2020. Carlos Brazil afirmou que, apesar de aparecerem entre os relacionados, os dois devem estar com Abel Braga e o restante do grupo em janeiro.

– Acredito que ele fique na pré-temporada. O Bruno e o Pec. Mas nem isso chegamos a conversar. Falei com o (André) Mazzuco rapidamente e tivemos um entendimento de que eles já estavam praticamente integrados. Quando foi o último jogo do profissional eles saíram de férias e os outros continuaram treinando para a Copa São Paulo. Então não acredito que participem. A não ser que seja uma decisão do Abel em cima da hora. É importante eles fazerem a pré-temporada, já que eles estavam no profissional. Acho que o Abel quer vê-los mais de perto.

Vasco foi campeão da Taça Rio no sub-20 em 2019, o único título da categoria (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Foto: Lance!

Carlos Brazil com as taças do Vasco em 2019 (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Em sua entrevista coletiva de apresentação, o técnico Abel Braga manifestou a vontade de, assim como Vanderlei Luxemburgo, investir pesado na integração entre a base e o profissional, algo comum nos trabalhos do treinador e que é visto como fundamental no planejamento do Vasco. Brazil comentou sobre as alternativas que já estão no elenco e ressaltou que Halls, Cayo Tenório, Coutinho, Alexandre Melo, Ulisses e Linnick estouraram a idade na base e devem se juntar ao grupo principal.

– Ele (Abel Braga) chegou agora no final do ano, com todos praticamente de férias. conversei mais com o Mazzuco por alguns dias. Ele realmente demonstra a vontade de usar os jogadores da base, mas tem bastante atletas que já estão lá integrados. O Talles Magno, Marrony, que ainda teriam idade de base e estão na parte de cima. Bruno Gomes e Gabriel Pec já estavam quase integrados. Eles receberam agora alguns jogadores de último ano, que estouraram a idade da base. Ganharam novas opções – comentou.

No próximo dia 4, o Vasco estreia na Copa São Paulo, um dos principais torneios da categoria no país. Brazil analisou a expectativa para o torneio e para o ano de 2020. O Vasco está no Grupo 19, ao lado de Carajás, Itapirense e Jacuipense. A Copinha é disputada por 128 times, divididos em 32 grupos. A final do campeonato é em 25 de janeiro, aniversário de São Paulo, no Pacaembu.

– Acho que fizemos uma Copa RS muito boa, além até do que era a expectativa. Quando decidimos ir para a competição, imaginamos um nível de dificuldade, seria bom para os jogadores, mas o objetivo principal era preparar o time para a Copa São Paulo. Tínhamos perdido praticamente seis titulares. Como estavam chegando os meninos do sub-17, decidimos ir. Era bom para criar o conjunto, era um novo treinador. A expectativa era que fossemos fazer uma boa competição, mas não de ser campeão. Fomos muito bem, o time cresceu na competição. Na final, o resultado foi até injusto. Foi super positivo o final. A expectativa é a melhor possível para a Copinha. Os meninos estão indo preparados e motivados. Estão treinando bem. Temos a expectativa de fazer uma boa campanha – finalizou.

Veja o rendimento do Vasco:

SUB-15:

CAMPEÃO:



– Taça Guanabara;

– Taça Rio;

– Estadual (invicto);

– Copa NAC – Muriaé/MG;

2º LUGAR:

– Copa da Amizade Brasil-Japão

SUB-16:

CAMPEÃO:



-1º Turno Guilherme Embry;

2º LUGAR:

– Torneio Guilherme Embry;

SEMIFINALISTA:

– 2º Turno Guilherme Embry;

SUB-17



– Semifinalista da Copa do Brasil;



SUB-20:

CAMPEÃO:



– Taça Rio;

2º LUGAR:

– Copa São Paulo de Futebol Júnior;

– Taça Guanabara;

– Estadual;

– Torneio OPG;

– Copa Ypiranga RS;

SEMIFINALISTA:

– Copa do Brasil;

– Campeonato Brasileiro;

Fonte