BRASILEIRÃO

Copa do Brasil | Torneio volta com gringos da Copa América e estreia de Jesus no Flamengo

Copa do Brasil | Torneio volta com gringos da Copa América e estreia de Jesus no Flamengo
A espera acabou. Depois de quase um mês, os times da elite do futebol nacional voltarão à ativa em jogos oficiais hoje (10) no início das quartas de final da Copa do Brasil. Como atração, os duelos terão os retornos dos gringos que disputaram a Copa América, como Guerrero, Gustavo Gómez e Arrascaeta, além da…

A espera acabou. Depois de quase um mês, os times da elite do futebol nacional voltarão à ativa em jogos oficiais hoje (10) no início das quartas de final da Copa do Brasil. Como atração, os duelos terão os retornos dos gringos que disputaram a Copa América, como Guerrero, Gustavo Gómez e Arrascaeta, além da estreia do técnico Jorge Jesus, pelo Flamengo.

Três jogos serão disputados hoje. No primeiro confronto da noite, às 19h15, o Grêmio recebe o Bahia em Porto Alegre. Depois, às 21h30, o Athletico-PR enfrenta o Flamengo na Arena da Baixada e o Palmeiras mede forças com o Inter no Allianz Parque. O clássico Cruzeiro x Atlético-MG ocorrerá amanhã (11), às 20h, no Mineirão.

O Flamengo é o time com mais jogadores que estiveram na Copa América. O estreante Jorge Jesus tem três atletas à disposição: o volante Cuellar, o lateral-esquerdo Trauco e o meia Arrascaeta. Todos terminaram a competição em alta.

Trauco em ação contra Gabriel Jesus: lateral do Flamengo terminou na seleção da Copa América Imagem: REUTERS/Luisa Gonzalez

Cuellar disputou apenas uma partida pela Colômbia, mas aproveitou bem a chance. Titular, o jogador marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Paraguai. Arrascaeta, por sua vez, começou a Copa América entre os reservas e conseguiu espaço no decorrer do torneio. A melhor performance foi de Trauco, que atuou todos os minutos dos jogos do vice-campeão Peru e, de quebra, entrou na seleção da competição.

Em São Paulo, Guerrero e Gustavo Gómez farão um duelo à parte. Ambos foram bem na Copa América. O atacante liderou a seleção peruana na campanha histórica e carregou o time de volta a uma final depois de 44 anos. O jogador do Inter terminou o torneio com três gols, mesmo número de Éverton, que ficou à frente pelos critérios de desempate – menos minutos em campo.

Palmeirense Gustavo Goméz se destacou pelo Paraguai, embora tenha perdido um pênalti contra o Brasil Imagem: Divulgação

Já o zagueiro do Palmeiras foi titular em três partidas do Paraguai. E, mesmo com o pênalti perdido na decisão contra o Brasil, destacou-se. Diante dos próprios brasileiro, por exemplo, fez uma partida irrepreensível.

Outros quatro gringos voltaram aos seus clubes depois da Copa América: o são-paulino Arboleda, que atuou pelo Equador, e o trio santista Derlis González, Soteldo e Cueva, que defenderam Paraguai, Venezuela e Peru, respectivamente. São Paulo e Santos, porém, estão fora da Copa do Brasil e só vão a campo pelo Brasileirão – o time tricolor recebe o Palmeiras no Morumbi no sábado (13), às 19h, enquanto a equipe alvinegra vai a Salvador enfrentar o Bahia nos mesmos dia e horário.

Fonte