BRASILEIRÃO

Corinthians aciona ex-patrocinador do feminino por dívida de quase R$ 500 mil

Corinthians aciona ex-patrocinador do feminino por dívida de quase R$ 500 mil
Atual campeão da Supercopa Feminina e se preparando para o início do Brasileirão, o Corinthians entrou na Justiça para cobrar uma dívida de um ex-patrocinador do time feminino. O clube pede R$ 484 mil previstos em contrato que não foram pagos.Segundo o UOL Esporte, a empresa notificada é a Tellvoip, que começou a estampar a…

Atual campeão da Supercopa Feminina e se preparando para o início do Brasileirão, o Corinthians entrou na Justiça para cobrar uma dívida de um ex-patrocinador do time feminino. O clube pede R$ 484 mil previstos em contrato que não foram pagos.

Segundo o UOL Esporte, a empresa notificada é a Tellvoip, que começou a estampar a barra frontal da camisa do time feminino em janeiro de 2021. O negócio previa que o grupo pagasse R$ 50 mil, por 12 meses, sempre nos dias 20. O pagamento total seria de R$ 600 mil ao fim do contrato.

Sem os depósitos feitos, o Corinthians entrou na Justiça pela primeira vez em julho de 2021 para cobrar as parcelas atrasadas. O valor, naquela época, já estava em R$ 200 mil, além de juros e correção.

A Tellvoip tentou negociar com o Timão e fez uma contraproposta em que pagaria R$ 450 mil referentes aos débitos em atraso, além das parcelas dos meses de agosto a dezembro de 2021. A empresa tinha a intenção de diluir o pagamento em uma parcela de R$ 50 mil em agosto e mais quatro de R$ 100 mil de setembro até dezembro.

O contrato entre Corinthians e Tellvoip foi rescindido em outubro – a empresa foi substituída pela Fegaro, que ficou no uniforme até o fim do ano passado. No mesmo mês, o clube voltou a acionar a Justiça cobrando R$ 147 mil dos pagamentos atrasados e mais R$ 300 mil de multa, que estava prevista no contrato. Com tudo isso, somado aos juros e correção monetária, a dívida chegou a R$ 484,3 mil.

Ainda de acordo com a reportagem, o presidente da Tellvoip admitiu a dívida. Já o dono da empresa, Flávio Ferrari, afirmou que “meu advogado já está cuidando disso. Vamos fazer um acordo, ainda este mês”.

Em tempo: o Corinthians Feminino estreia no Campeonato Brasileiro neste sábado. A equipe recebe o Red Bull Bragantino, às 14h, na Fazendinha.

Veja mais em:
Corinthians Feminino, Patrocinador do Corinthians e Processos do Corinthians.

Fonte