BRASILEIRÃO

Corinthians brinca com rival ao relembrar goleada de 2011: ‘Atropelo’

Corinthians brinca com rival ao relembrar goleada de 2011: ‘Atropelo’
Há nove anos, Timão bateu o São Paulo por 5 a 0, no Pacaembu, durante a campanha vitoriosa no Campeonato Brasileiro. Nas redes sociais, o clube provocou o rival tricolor Nesta sexta-feira, em suas redes sociais, o Corinthians celebrou o aniversário de nove anos de uma de suas vitórias mais marcantes desta década e provocou…

Há nove anos, Timão bateu o São Paulo por 5 a 0, no Pacaembu, durante a campanha vitoriosa no Campeonato Brasileiro. Nas redes sociais, o clube provocou o rival tricolor

Nesta sexta-feira, em suas redes sociais, o Corinthians celebrou o aniversário de nove anos de uma de suas vitórias mais marcantes desta década e provocou a vítima: o rival São Paulo. Isso porque, no dia 26 de junho de 2011, o Timão goleou o Tricolor por 5 a 0, no Pacaembu, durante a campanha vitoriosa do Brasileirão daquele ano. O jogo contou com show do atacante Liédson.

Corinthians goleou o rival por 5 a 0, no Pacaembu, com três de Liédson (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Foto: Lance!

O técnico Tite escalou uma equipe titular com o que tinha de melhor para aquele clássico de domingo, no Pacaembu: Julio Cesar; Weldinho, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Jorge Henrique, Willian e Liédson. Ainda entraram no segundo tempo Emerson Sheik, Edenílson e Morais nos lugares de Willian, Jorge Henrique e Danilo.

O grande nome daquela partida não foi Danilo, que marcou um golaço e tinha fama de rei dos clássicos até mesmo quando não entrava na partida como titular. O destaque da vez foi outro ídolo: Liédson. O Levezinho marcou três gols e comandou a goleada sobre o rival. Jorge Henrique completou o placar da partida válida pela 6ª Rodada do Brasileirão-2011, cujo título foi do Timão.

Todos os gols saíram no segundo tempo e o primeiro deles foi de Danilo, um golaço. Em cruzamento na área, Liédson desviou para trás para o meia. Com a perna direita, ele dominou driblando o primeiro marcador, deu um corte seco no segundo já ajeitando para a esquerda, e chutou na saída de Rogério Ceni.

Com 1 a 0 no placar, a equipe corintiana se soltou no jogo. E logo Liédson começaria a brilhar. Em cobrança de escanteio na área, Paulinho cabeceou firme no canto e Rogério conseguiu defender. Mas no rebote, Liédson estava completamente livre e deu uma leve cavadinha na bola que teve força suficiente para encobrir o goleiro, ampliando o marcador.

O terceiro gol teria a dupla Danilo-Liédson como destaque. O camisa 20 recebeu na direita e, com calma cruzou em profundidade na área. Em velocidade, Liédson foi mais rápido que o zagueiro e dominou já ajeitando o corpo. E sem deixar a bola cair, chutou forte e estufou a rede de Rogério Ceni, que a exemplo do segundo gol, nada pôde fazer.

Danilo e Liédson seriam responsáveis também pelo quarto gol corintiano. Com liberdade na entrada da área pelo lado esquerdo, o meia mais uma vez deu um lançamento em profundidade para o centroavante, que chutou sem dominar e anotou seu terceiro tento na partida, já decretando uma goleada..

No entanto, ainda cabia mais. Jorge Henrique dominou na intermediária e arriscou um chute forte dali mesmo. A bola fez uma curva para baixo e enganou Rogério Ceni, que até tentou defender no chão, mas acabou “furando” e a bola entrou. Era o quinto gol do Timão no clássico: a última vez que o resultado havia acontecido foi em março de 1996.

Veja também:

Entenda a disputa entre Flamengo e Globo sobre a MP dos direitos de transmissão

Fonte