MORUMBI

Corinthians nunca perdeu para estrangeiros como mandante na Sul-Americana

Corinthians nunca perdeu para estrangeiros como mandante na Sul-Americana
O Corinthians entra em campo na noite desta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), para encarar o Montevideo Wanderers, do Uruguai (partida com transmissão exclusiva pela DAZN), e manter vivo um tabu que ostenta como mandante pela Copa Sul-Americana. Desde a criação do torneio, o Alvinegro, que tenta uma vaga nas quartas de final, nunca foi…

O Corinthians entra em campo na noite desta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), para encarar o Montevideo Wanderers, do Uruguai (partida com transmissão exclusiva pela DAZN), e manter vivo um tabu que ostenta como mandante pela Copa Sul-Americana. Desde a criação do torneio, o Alvinegro, que tenta uma vaga nas quartas de final, nunca foi superado dentro dos seus domínios por equipes de fora do Brasil.

Ao todo, o Alvinegro já disputou 12 partidas como mandante pelo torneio, criado em 2002 e que começou a contar com a participação de brasileiros em 2003, com cinco vitórias, cinco empates e duas derrotas. Ambos os reveses, porém, se deram diante de adversários brasileiros.

O primeiro, aliás, foi na primeira participação da equipe na competição, um 2 a 0 para o Atlético-MG, no estádio do Pacaembu, em 2003. O segundo foi quatro anos depois quando, em meio à mal sucedida luta contra o rebaixamento à Série B do Brasileiro, o Timão foi superado por 2 a 1 pelo Botafogo, também no estádio municipal paulistano.

Diante dos estrangeiros, o retrospecto é muito bom. Ainda na época do Pacaembu, o clube do Parque São Jorge empatou por 1 a 1 com o Goiás, passando de fase, e derrotou o Pumas por 2 a 1, ambos em 2005. No Morumbi, foram dois empates sem gols, um com o River Plate, em 2005, e outro com o Lanús, em 2006. Ainda houve um duelo contra o Vasco, vencido por 3 a 1, no estádio do Canindé.

A era da Arena Corinthians começou com uma vitória por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile, em 2017, ano que reservou também um triunfo pelo mesmo placar contra o Patriotas-COL e um empate por 1 a 1 com o Racing-ARG. Os argentinos também foram rivais neste ano, em outra igualdade por 1 a 1, assim como o Deportivo Lara-VEN, vencido por 2 a 0 na segunda fase do torneio.


Gazeta Esportiva

Fonte