BRASILEIRÃO

Corinthians ‘salvava’ hospital histórico de São Paulo após jogo beneficente há 95 anos

Corinthians ‘salvava’ hospital histórico de São Paulo após jogo beneficente há 95 anos
O Corinthians tem uma bela passagem na sua história no dia 6 de janeiro. Em 1926, quando a equipe curtia férias, o clube resolveu organizar um jogo beneficente para levantar fundos ao Hospital Filhos de Lázaro, também conhecido como Casa dos Inválidos, localizada no Jaçanã, bairro da Zona Norte de São Paulo.Criado para prover um…

O Corinthians tem uma bela passagem na sua história no dia 6 de janeiro. Em 1926, quando a equipe curtia férias, o clube resolveu organizar um jogo beneficente para levantar fundos ao Hospital Filhos de Lázaro, também conhecido como Casa dos Inválidos, localizada no Jaçanã, bairro da Zona Norte de São Paulo.

Criado para prover um atendimento público gratuito de excelência em uma zona com poucos postos médicos ainda no século XIX, serviu de asilo no século retrasado e foi se transformando em hospital aos poucos para abrigar outros casos em um espaço na Avenida Guapira, outro marco grande da região.

Em 1926, o local passava por grave crise econômica, precisando lidar com uma superlotação das dependências e condições precárias de higiene. O Timão, então, organizou um festival de começo de ano e chamou a Portuguesa para ser sua adversária, no estádio da Ponte Grande, hoje ponte das Bandeiras, próximo ao Rio Tietê.

Como a ideia era levantar fundos, tanto os sócios do Corinthians quanto os sócios da Portuguesa tiveram que pagar as entradas. Havia expectativa de um jogo com os segundos quadros, mas um time da Alpargatas, empresa que produz as sandálias havaianas, encarou o Estrela de Ouro, com ambas instituições também ajudando financeiramente.

Em campo, o Corinthians foi muito superior à Portuguesa e venceu por 5 a 1, gols marcados por Neco, duas vezes, Rato, duas vezes, e Rodrigues. Grané, não o histórico zagueiro corinthiano, mas um atacante do adversário, foi quem descontou.

O dinheiro ajudou a dar sequência ao local de acordo com relatórios da administração da época, com as condições evoluindo a partir dali até que, em 1933, a capacidade havia dobrado e o hospital estava em boa condição. A casa de saúde funciona até os dias de hoje, administrada pela Santa Casa de Misericórdia.

Veja mais em:
História do Corinthians e Jogos Históricos.

Fonte