BRASILEIRÃO

Cuca reage a declaração de Jesus: «Não me sinto ultrapassado»

Cuca reage a declaração de Jesus: «Não me sinto ultrapassado»
Embora referente ainda ao período em que estava na Arábia Saudita, a entrevista de Jorge Jesus ao «So Foot» lançou agora polémica no Brasil, em virtude de uma afirmação que classifica os treinadores deste país como ultrapassados.A declaração ganha outros contornos porque o técnico português comanda agora o Flamengo, mas Cuca, um dos rivais, desvalorizou-a…

Embora referente ainda ao período em que estava na Arábia Saudita, a entrevista de Jorge Jesus ao «So Foot» lançou agora polémica no Brasil, em virtude de uma afirmação que classifica os treinadores deste país como ultrapassados.

A declaração ganha outros contornos porque o técnico português comanda agora o Flamengo, mas Cuca, um dos rivais, desvalorizou-a nesta quarta-feira, ainda que tenha feito questão de garantir que não se sente ultrapassado.

«A entrevista foi na Arábia, o ano passado. Há muita gente a pensar que ele está no Brasil a falar mal dos treinadores brasileiros. Ele estava na Arábia Saudita, a falar a uma TV ou jornal francês, que agora divulgou a entrevista», começou por realçar o treinador do São Paulo.

Cuca afirmou ainda que Jesus «tem agora um conhecimento maior», e classificou o português como um técnico «com técnico profissional e respeito».

«Foi muito bem recebido aqui no Brasil. Houve um curso na CBF e sei que toda a gente o recebeu muito bem. Acho difícil ele dizer isso agora, o sentimento agora não seria esse», acrescentou ainda o técnico “tricolor”, antes de abordar diretamente a questão da diferença entre os treinadores brasileiros e europeus.

«Temos sempre de estar a evoluir, mas não me sinto ultrapassado, de forma alguma. Vejo tudo o que é jogo, tudo o que é treino. Não vejo diferença para os de fora. Hoje está tudo online, tudo integrado. O que muda são as estratégias», defendeu ainda Cuca, entre elogios ao trabalho que está a ser desenvolvido no Flamengo, líder do Brasileirão.

«O Jorge Jesus tem, por mérito dele e por muito mérito do Flamengo, um baita time. Os onze que jogam têm nível de seleção. Foi montada uma estrutura maravilhosa, dentro de um orçamento, e temos de tirar o chapéu não só ao treinador, mas também à estrutura», concluiu Cuca, em conferência de imprensa.


Fonte