BRASILEIRÃO

Escalação, rivais… o Vasco estaria pronto para estrear no Brasileiro?

Escalação, rivais… o Vasco estaria pronto para estrear no Brasileiro?
Não fosse a pandemia de COVID-19, o Campeonato Brasileiro teria início neste final de semana. O Vasco, que demitiu Abel Braga após a última partida antes da paralisação, efetivou o então auxiliar Ramon Menezes. Mas o time cruz-maltino estaria pronto para a disputa do principal campeonato do país? Analisamos. Um dos mais frequentes da equipe,…

Não fosse a pandemia de COVID-19, o Campeonato Brasileiro teria início neste final de semana. O Vasco, que demitiu Abel Braga após a última partida antes da paralisação, efetivou o então auxiliar Ramon Menezes. Mas o time cruz-maltino estaria pronto para a disputa do principal campeonato do país? Analisamos.

Um dos mais frequentes da equipe, Marrony seria, provavelmente, titular no retorno aos jogos (Rafael Ribeiro/Vasco)

Foto: Lance!

Nos 14 jogos disputados até o momento da paralisação, o elenco foi testado contra rivais do mesmo escalão, mas também contra equipes de divisões abaixo. Na prática, o que se viu contra todos está provado em números: foram quatro vitórias, cinco empates, cinco derrotas, oito gols marcados e dez sofridos em 2020.

A defesa sofreu pouco, portanto, mas a inoperância ofensiva que culminou na mudança de comando se traduziu, em campo, em diferentes aspectos: Germán Cano era um dos poucos portos seguros da equipe até o momento. O centroavante marcou cinco dos oito gols vascaínos. Além dele, só o volante Andrey e o zagueiro Werley.

Houve ausência de atacantes na lista de artilharia, e meia nem existiu de forma concreta na equipe. Gabriel Pec foi pouco utilizado, por exemplo. Mas Ramon Menezes tem boas notícias: Talles Magno já anda sem muletas após fratura no pé esquerdo durante o Carnaval. Ainda não estaria de volta para o início do Brasileirão. Porém, o adolescente de 17 anos volta a treinar com bola em breve.

No meio-campo, a tendência é que Bruno César seja reintegrado. Não houve confirmação ainda, mas dirigentes e comissão técnica já adotam tom otimista quanto a um desfecho positivo para a negociação.

Sob o comando de José Luís Moreira, vice-presidente empossado também no período de quarentena, o futebol do Vasco deverá ter reforços, mesmo que pontuais. Não há confirmação de negociações, por ora.

Deste modo, o time que Ramon Menezes levaria a campo neste fim de semana, contra o Palmeiras, fora de casa, seria próximo a: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Werley (Ricardo Graça), Leandro Castan e Henrique; Raul (Bruno Gomes) e Andrey; Benítez, Guarín e Marrony; Cano.



Os cinco primeiros jogos do Vasco no Brasileirão são contra:



– Palmeiras, fora de casa

– Sport, em casa

– São Paulo, em casa

– Ceará, fora de casa

– Grêmio, em casa

Veja também:

Editor do L! analisa possível destino de Lautaro Martínez nessa janela de transferência

Fonte