CARLOS AUGUSTO

Florianópolis supera São Paulo em ranking de competitividade

Florianópolis supera São Paulo em ranking de competitividade
A cidade de São Paulo perdeu uma posição no Ranking de Competitividade dos Municípios, feito pelo CLP (Centro de Liderança Pública) em parceria com a Gove Digital e o Seall. Ela foi superada por Florianópolis (SC). O levantamento, que mede a qualidade de serviços públicos, está em sua segunda edição e será divulgado detalhadamente nesta…


A cidade de São Paulo perdeu uma posição no Ranking de Competitividade dos Municípios, feito pelo CLP (Centro de Liderança Pública) em parceria com a Gove Digital e o Seall. Ela foi superada por Florianópolis (SC).


O levantamento, que mede a qualidade de serviços públicos, está em sua segunda edição e será divulgado detalhadamente nesta segunda-feira (22). Entram no ranking 411 cidades do país, nas quais estão 59,75% da população brasileira (126,52 milhões de pessoas).


A capital catarinense ocupa agora a terceira posição, atrás de outras duas cidades paulistas. Barueri é a primeira colocada e São Caetano do Sul, a segunda.


Vitória, capital do Espírito Santo, era sexta no ranking divulgado em 2020 e avançou uma posição, superando Curitiba (PR).


As cinco cidades nas piores colocações no ranking estão no estado do Pará: Moju, Breves, Tailândia, Tucuruí e Cametá. 



O município que mais cresceu em relação ao ano passado foi Macaé (RJ), saindo da 264ª para a 133ª colocação.


Em São Paulo, as cidades de Ourinhos e Mairiporã também apresentaram crescimento relevante. A primeira foi do 148º para a 84º lugar, enquanto a outra, da 269ª para a 210ª posição.


Fora do eixo Sul-Sudeste, as cidades que mais evoluíram são do estado de Roraima. Ji-Paraná saiu da 282ª para a 196ª e Vilhena, da 306ª para a 250ª posição.



O levantamento tem o objetivo de mostrar como a competição no setor público é um elemento fundamental à promoção da justiça, equidade e desenvolvimento econômico e social dos municípios para garantir serviços de mais qualidade à população.


Nesta segunda edição do Ranking de Competitividade dos Municípios, foram avaliadas as cidades brasileiras com população superior a 80 mil habitantes pela estimativa populacional do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2019. 


Todos os municípios foram avaliados com base em 65 indicadores, distribuídos em 13 pilares temáticos e 3 dimensões consideradas fundamentais para a promoção da competitividade e a melhoria da gestão pública dos municípios brasileiros.


Os pilares são: Sustentabilidade Fiscal, Funcionamento da Máquina Pública, Meio Ambiente, Acesso à Saúde, Qualidade da Saúde, Acesso à Educação, Qualidade da Educação, Segurança, Saneamento e Meio Ambiente, Inserção Econômica, Inovação e Dinamismo Econômico, Capital Humano e Telecomunicações.

Fonte