BRASILEIRÃO

Focado nos mata-matas, Grêmio tem Everton como trunfo contra o São Paulo

Focado nos mata-matas, Grêmio tem Everton como trunfo contra o São Paulo
Empolgado pela classificação na Copa Libertadores ao vencer o Palmeiras de virada em São Paulo e envolvido em dois mata-matas, o Grêmio irá atuar em mais uma rodada do Campeonato Brasileiro com reservas. Neste sábado, às 11 horas, o time gaúcho abre a 17ª rodada do torneio nacional contra o São Paulo, no estádio do…

Empolgado pela classificação na Copa Libertadores ao vencer o Palmeiras de virada em São Paulo e envolvido em dois mata-matas, o Grêmio irá atuar em mais uma rodada do Campeonato Brasileiro com reservas. Neste sábado, às 11 horas, o time gaúcho abre a 17ª rodada do torneio nacional contra o São Paulo, no estádio do Morumbi.

Está na mão do time alternativo a missão de comandar a reação do Grêmio no Brasileirão. A equipe gaúcha, que vem de triunfo por 2 a 1 sobre o Athletico-PR na rodada anterior, ocupa somente a 12ª colocação, com 21 pontos, e precisa reagir se quiser se aproximar dos líderes.

O Grêmio jogou com seu time principal em poucas rodadas do Brasileirão e neste sábado não será diferente pois os titulares serão preservados para o duelo de voltas das semifinais da Copa do Brasil contra o Athletico-PR, na próxima quarta-feira, em Curitiba. Como venceu por 2 a 0 em Porto Alegre, o time tricolor pode até perder por um gol de diferença que, mesmo assim, avança à final.

No entanto, o Grêmio, único time do futebol brasileiro presente neste momento em três competições simultaneamente, tem um trunfo para derrotar o São Paulo: Everton. Um dos melhores jogadores em atividade no Brasil, o atacante não pode atuar em Curitiba pois está suspenso e, portanto, deve estar em campo no Morumbi.

Não se sabe se o técnico Renato Gaúcho vai utilizar Everton desde o começo. É possível que Pepê inicie entre os titulares. No entanto, tendo em vista a capacidade de desequilibrar e mudar o cenário de uma partida, como fez contra o Palmeiras, o habilidoso atacante da seleção brasileira não deve ser poupado.

Michel, recuperado de lesão no joelho esquerdo, também tem grande chance de voltar a jogar. O volante não disputa uma partida há quase três meses – atuou pela última vez na vitória sobre o Botafogo, por 1 a 0, no Rio de Janeiro, no dia 13 de junho. É muito provável que seja escalado até pela ausência de Rômulo, que cumpre suspensão pelo acúmulo de cartões.

O meia Thaciano, outro que deve figurar entre os titulares, brincou com a possibilidade de enfrentar Daniel Alves, grande estrela do São Paulo. “É um prazer jogar contra ele. Vou torcer para que ele vá bem, mas não tão bem contra a gente. Tenho um carinho e um respeito muito grande por ele. Vou dar umas pegadinhas no tornozelo dele para ver se ele dá uma parada”, disse, em tom de brincadeira.

Fonte