CARLOS AUGUSTO

Futebol Brasileiro | SP recua em negociação com o Grêmio por troca de Luciano por Everton

Futebol Brasileiro | SP recua em negociação com o Grêmio por troca de Luciano por Everton
Classificação e JogosBrasileirão A negociação no mercado da bola entre São Paulo e o Grêmio para a troca de Luciano por Everton diminuiu de ritmo. Segundo apurou o UOL Esporte, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presidente do Tricolor paulista, foi bastante pressionado internamente para recuar na transação, que chegou a ficar perto…
Classificação e Jogos

A negociação no mercado da bola entre São Paulo e o Grêmio para a troca de Luciano por Everton diminuiu de ritmo. Segundo apurou o UOL Esporte, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presidente do Tricolor paulista, foi bastante pressionado internamente para recuar na transação, que chegou a ficar perto de ser concluída sem envolver valores.

Nada impede de que a conversa seja retomada, mas no momento o compasso é de espera. Antes, os gaúchos chegaram a retirar o atacante da lista de relacionados para a partida desta noite, contra o Ceará, pela segunda rodada do Brasileirão. Já os dirigentes do São Paulo, Leco e o gerente executivo de futebol, Alexandre Pássaro, tiveram contato com os representantes do atleta.

No entanto, internamente para alguns diretores no Morumbi, há pressão de que Everton ainda pode ser importante para o time paulista. A repercussão entre torcedores também não foi tão positiva.

Luciano já esteve na mira do São Paulo em outras oportunidades. No ano passado, quando Cuca era o técnico, o clube estudou a contratação, mas acabou fechando com Raniel. Desta vez, o jogador tinha o aval de Fernando Diniz.

O São Paulo também acredita que poderá fazer uma economia se fechar a troca. Afinal, Everton tem um salário superior ao de Luciano no Grêmio. Além disso, na visão de integrantes do departamento de futebol, Everton pode perder o seu valor de mercado.

Aos 31 anos, ele tem vínculo com o clube até 30 de junho de 2021 — portanto estará livre para assinar um pré-contrato com outro clube a partir de janeiro sem que o Tricolor paulista receba qualquer compensação financeira. Já Luciano tem acordo com o Grêmio até o fim de 2022 e a ideia do São Paulo é de que o novo contrato também tenha essa validade.

Vale destacar ainda que Everton não é tão utilizado por Diniz. O meia-atacante chegou no clube em 2018. Depois de se destacar no time de Diego Aguirre, acabou sofrendo com diversas lesões e não engatando mais uma boa sequência.

Por outro lado, Luciano já defendeu o Grêmio na fase de grupos da Copa Libertadores, enquanto Everton não pôde ser inscrito pelo São Paulo no torneio continental e poderia jogar pelos gaúchos na competição.

Fonte