BRASILEIRÃO

Há 36 anos, Romerito marcava gol decisivo para o bi do Fluminense no Brasileirão

Há 36 anos, Romerito marcava gol decisivo para o bi do Fluminense no Brasileirão
Há 36 anos, em 24 de maio de 1984, o Fluminense dava o primeiro passo para a conquista do que, até então, seria o primeiro título do Campeonato Brasileiro conquistado pelo clube das Laranjeiras. Na ocasião, o Flu venceu o Vasco por 1 a 0 com gol de Romerito. O título viria pouco depois, no…

Há 36 anos, em 24 de maio de 1984, o Fluminense dava o primeiro passo para a conquista do que, até então, seria o primeiro título do Campeonato Brasileiro conquistado pelo clube das Laranjeiras. Na ocasião, o Flu venceu o Vasco por 1 a 0 com gol de Romerito. O título viria pouco depois, no dia 27, com o empate sem gols no jogo de volta.

Romerito marcou o gol que deu a vitória no jogo de ida ao Fluminense (Foto: Reprodução)

Foto: Lance!

Foi apenas em 2010 que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reconheceu as competições realizadas entre 1959 e 1970, esta vencida pelo Fluminense, como Brasileirão. Portanto, atualmente o Tricolor é tetra, somando ainda as conquistas de 2010 e 2012.

Os placares dos dois jogos mostram uma das grandes virtudes daquela equipe treinada por Carlos Alberto Parreira: o forte sistema defensivo, que foi capaz de segurar o melhor ataque da competição. Naquele ano, Roberto Dinamite foi o artilheiro do campeonato, com 16 gols. Em 26 jogos, a defesa tricolor, que tinha o goleiro Paulo Victor, os laterais Aldo e Branco e os zagueiros Duílio e Ricardo Gomes, levou apenas 13 gols.

Aquela equipe de 1984 contava com nomes como Washington e Assis, que formaram o famoso “Casal 20”, Ricardo Gomes e o próprio Romerito, herói da conquista. O título ajudou o Fluminense a se consolidar contra qualquer contestação dos rivais, já que Vasco e Flamengo já haviam vencido o Brasileiro na época.

Um dos maiores ídolos da história do Fluminense, Romerito poderia ter ido parar exatamente no Vasco antes de desembarcar no Tricolor. Foi uma ligação de Carlos Alberto Torres que o colocou nas Laranjeiras e não em São Januário, já que Antônio Soares Calçada havia feito proposta por ele em 1983. Aos 23 anos, o paraguaio foi contratado do New York Cosmos por US$ 300 mil e estreou na terceira fase.

O gol naquela decisão veio aos 23 minutos do primeiro tempo. Jandir roubou a bola no meio de um ataque do Vasco e deu para Tato. Ele levou à frente e abriu na esquerda com Assis, que cruzou na área. A bola sobrou para Romerito, sozinho, chutar. O goleiro ainda rebateu, mas ele mesmo completou para o fundo da rede e correu para o abraço.

Antes da fase mata-mata, o Fluminense deixou para trás três fases de grupos. Depois, eliminou o São Paulo na segunda fase e o Coritiba nas quartas. O jogo mais difícil foi na semifinal, contra o Corinthians. Este, inclusive, era um fantasma para o time carioca, que em 1976 viu a “Máquina Tricolor” ser eliminada nos pênaltis após empate por 1 a 1. Esse episódio ficou marcado como “Invasão Corintiana” ao Maracanã.

A campanha teve 26 jogos, com 15 vitórias, nove empates e apenas duas derrotas. Foram 37 gols a favor e 13 contra. Washington e Assis foram os artilheiros, com nove gols cada.

FICHA TÉCNICA:

VASCO 0x1 FLUMINENSE

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 24/05/1984

Público: 63.156

Árbitro: Luís Carlos Félix (RJ)

Gol: Romerito (23’/1º)

Cartão Amarelo: Jandir

VASCO: Roberto Costa, Edevaldo, Ivan, Daniel González e Aírton; Pires, Arturzinho e Mário (Geovani); Mauricinho (Jussiê), Roberto Dinamite e Marquinho. Técnico: Edu Antunes Coimbra.

FLUMINENSE: Paulo Víctor, Aldo, Duílio, Ricardo Gomes e Renato; Jandir, Delei (Renê) e Assis; Romerito, Washington (Wilsinho) e Tato. Técnico: Carlos Alberto Parreira.

Veja também:

Com mais de R$ 300 milhões em vendas, Athletico Paranaense dá aula de gestão de futebol

Fonte