CARLOS AUGUSTO

Homem morre baleado após agredir mulher com facão em Navegantes

Homem morre baleado após agredir mulher com facão em Navegantes
Um homem de 30 anos morreu baleado após ferir a companheira com golpes de facão no final da tarde dessa quinta-feira (31), em Navegantes. A mulher, de 19 anos, precisou ser socorrida ao hospital para tratar os ferimentos, mas passa bem. O fato ocorreu na rua Thomé José da Ventura, no bairro São Paulo. ​> Filho…

Um homem de 30 anos morreu baleado após ferir a companheira com golpes de facão no final da tarde dessa quinta-feira (31), em Navegantes. A mulher, de 19 anos, precisou ser socorrida ao hospital para tratar os ferimentos, mas passa bem. O fato ocorreu na rua Thomé José da Ventura, no bairro São Paulo. 

> Filho é suspeito de matar mãe e irmã em Lages, na Serra catarinense

Segundo informações da Polícia Militar, uma guarnição se dirigiu até o endereço para atendimento de uma ocorrência de violência doméstica. Quando os policiais chegaram, o agressor estava descontrolado e agredia a mulher com golpes de facão. 

A polícia pediu ao agressor, no primeiro momento, para que entregasse a faca. O pedido não foi atendindo. A mãe do agressor, ainda segundo a PM, também estava no local e tentava acalmar o filho. 

Ainda nervoso e sem se intimidar com a presença da polícia, o homem continuou com as agressões contra a companheira, até que ela foi atingida com gravidade na perna esquerda. 

Mulher é mantida em cárcere privado por quatro meses em Campo Alegre

Para tentar conter o agressor, a polícia desferiu disparos de uma munição menos letal que a bala de borracha (elastômero), mas julgou não ser suficiente para parar o homem, que investia contra a mulher e os policiais. Então, a guarnição disparou tiros de arma de fogo e o atingiu na região do peito. 

Conheça o passo a passo do atendimento às vítimas de violência doméstica nas Dpcamis

> Receba todas as notícias do Santa no seu WhatsApp.

O socorro foi acionado para atender o ferido, mas quando os bombeiros militares chegaram ao local, o homem já estava morto. Segundo a polícia, ele tinha antecedentes por violência doméstica contra a própria mãe, porte ilegal de arma de fogo e disparo de arma efetuado contra policiais alguns anos atrás. 

O Instituto Geral de Perícias (IGP) e a Polícia Civil estiveram no local para finalizar a ocorrência. 

Leia também

Homem confessa ter matado ex-companheira em Jaraguá do Sul na noite de Natal

Fonte