CARLOS AUGUSTO

Ibovespa recua após IPCA acima do esperado

Ibovespa recua após IPCA acima do esperado
Economia 11/03/22 - 14h16 - Atualizado em 11/03/22 - 14h19 Por Andre Romani SÃO PAULO (Reuters) – O principal índice da bolsa brasileira apagou alta inicial e operava com leve queda nesta sexta-feira, diante de avanço das ações no exterior após o presidente russo, Vladimir Putin, falar em “certas mudanças positivas nas negociações com a…


Economia

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) – O principal índice da bolsa brasileira apagou alta inicial e operava com leve queda nesta sexta-feira, diante de avanço das ações no exterior após o presidente russo, Vladimir Putin, falar em “certas mudanças positivas nas negociações com a Ucrânia”, enquanto dado de inflação doméstico acima do esperado fazia contraponto.

Ações de exportadoras de commodities e do setor financeiro subiam, enquanto papéis do setor imobiliário são destaque de baixa, com piora de expectativas para resultados trimestrais.

Às 12:12, o Ibovespa caía 0,21% o, a 113.424,60 pontos. O volume financeiro da sessão era de 5,8 bilhões de reais.

O índice caminha para uma queda de 0,4% na semana, após duas semanas de alta.

A declaração de Putin trouxe algum alívio aos mercados globais de ações nesta sexta-feira ao elevar esperanças de uma potencial saída diplomática para a invasão da Ucrânia.

“Há certas mudanças positivas, dizem-me os negociadores do nosso lado”, disse Putin em uma reunião com o presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, acrescentando que as conversações com os ucranianos continuam “praticamente todos os dias”.

Os principais índices de ações em Wall Street subiram na abertura, mas perderam terreno e o Nasdaq Composite passou a leve queda.

Na cena local, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, acelerou a 1,01% em fevereiro frente a janeiro, ante expectativa de alta de 0,95% em pesquisa da Reuters. Trata-se do nível mais elevado para o mês em sete anos.

O número vem após a elevação pela Petrobras dos preços do diesel e da gasolina, e na semana anterior à decisão de política monetária do Banco Central (BC). Em relatório publicado nesta sexta-feira, o JPMorgan disse que espera aumento em 1 ponto percentual nos juros, em linha com a expectativa majoritária precificada no mercado.

Em Brasília, a Câmara dos Deputados aprovou na madrugada a proposta que altera as normas de cobrança do ICMS sobre os combustíveis. O texto vai à sanção presidencial. Na véspera, o Senado deu aval à criação de uma conta de estabilização de preços para combustíveis, proposta que será analisada pelos deputados.

A partir de segunda-feira, o Ibovespa passa a negociar das 10h às 17h (e não mais até 18h), por causa do fim do horário de verão nos Estados Unidos.

DESTAQUES

– MRV ON afundava 10,5%, enquanto EZTEC ON perdia 4,5% e CYRELA ON cedia 3,5%. As ações são impactadas, em especial, pelo balanço de Tenda, que traz expectativas negativas para os números de outras empresas com resultados ainda a serem divulgados, segundo analistas. A Tenda registrou prejuízo líquido de 269 milhões de reais no quarto trimestre. Para analistas do BTG Pactual, os números vieram muito abaixo do esperado, com destaque para o desempenho das margens. TENDA ON, que não está no Ibovespa, despencava mais de 22%. O cenário de elevação de juros após a alta do IPCA corrobora visões de alta de juros o que vai impactar sobre as vendas de imóveis.

– PETROBRAS PN tinha oscilação negativa 0,06% e ON operava praticamente estável, em meio à leve alta do petróleo. PETRORIO ON recuava 0,4% e 3R PETROLEUM ON caía 0,6%.

– VALE ON tinha oscilação positiva de 0,07%, apesar da alta do minério de ferro na China. Contratos do níquel, que ainda está com negociações interrompidas na bolsa de Londres, caíram em Xangai até o limite de negociação, depois da suspensão dos negócios na véspera. CSN MINERAÇÃO avançava 1,7%. Siderúrgicas tinham desempenho sem direção comum.

– BRADESCO PN subia 0,5% e puxava leve alta dos grandes bancos de varejo. BTG PACTUAL UNIT crescia 0,4%.

– MAGAZINE LUIZA ON caía 1,1%, enquanto VIA ON tinha queda de 0,9% e AMERICANAS ON recuava quase 3%, após dado de inflação acima do esperado. Varejistas incluindo C&A, Arezzo e Grupo Mateus divulgaram resultados na véspera.

– NUBANK perdia cerca de 4%, STONECO caía 3,5% e PAGSEGURO recuava 1,4% na abertura em Nova York, enquanto INTER UNIT caía 4,2% na B3. O Banco Central anunciou medidas que vão endurecer exigências para funcionamento de fintechs de maior porte.











Fonte