BRASILEIRÃO

Janaina Paschoal deve se filiar ao partido de Mourão para se candidatar ao Senado

Janaina Paschoal deve se filiar ao partido de Mourão para se candidatar ao Senado
Eleita pelo PSL, então partido de Jair Bolsonaro, hoje no PL, a deputada estadual por São Paulo, Janaina Paschoal, está de malas prontas para se mudar para o PRTB, sigla do vice-presidente, general Hamilton Mourão. O movimento é para que ela viabilize sua candidatura ao Senado este ano. Ambos deverão se reunir nesta segunda-feira (10)…

Eleita pelo PSL, então partido de Jair Bolsonaro, hoje no PL, a deputada estadual por São Paulo, Janaina Paschoal, está de malas prontas para se mudar para o PRTB, sigla do vice-presidente, general Hamilton Mourão. O movimento é para que ela viabilize sua candidatura ao Senado este ano.

Ambos deverão se reunir nesta segunda-feira (10) para concretizar a articulação. Com isso, Janaina pretende consolidar o apoio do PRTB à pré-candidatura de Tarcísio Freitas, ministro da Infraestrutura, ao governo de São Paulo.

A deputada, que já foi defensora ferrenha de Bolsonaro, já afirmou que não sabe se votará nele este ano. Ela, inclusive, disse que não quer ser vice na chapa de Tarcísio, candidato do presidente, como chegou a ser divulgado.

“Eles (o PRTB) já me garantiram a legenda e defendem valores próximos aos meus. Eu só estou querendo garantir autonomia para montar as chapas estadual e a federal”, disse Janaina, em reportagem de Davi Medeiros, em O Estado de S. Paulo.

A parlamentar afirmou que observa chances reais de o ex-presidente Lula ser eleito em 2022. Por isso, busca atrair pessoas que “defendem a vida, a infância e a autonomia individual”, disse, usando seu discurso habitual.

“Só queria conhecê-lo (Tarcísio) e me encantei por ele”, diz Janaina

Janaina destacou, ainda, que procurou Tarcísio depois de constatar sua viabilidade eleitoral em suas “pesquisas” e que seu apoio ao ministro, de acordo com ela, se deve ao fato de ter identificado nele “inteligência diferenciada” e “agilidade de pensamento”. 

Porém, isso não significou que a ideia era compor uma chapa. “Serei candidata ao Senado, isso está definido. Só queria conhecê-lo (Tarcísio) e me encantei por ele”, relatou.

Fonte