BRASILEIRÃO

Julio Gomes | Fla tem mês ideal para controlar o Brasileirão

Julio Gomes | Fla tem mês ideal para controlar o Brasileirão
Vai ter gente me chamando de seca pimenteira. Ou então dando "prints", para caçoar do escriba nas redes sociais mais para frente. É esporte nacional, já sabem.Mas o fato é que o Flamengo tem nas mãos uma oportunidade de ouro para assumir o controle do Campeonato Brasileiro. Não para garantir título, porque isso não se…

Vai ter gente me chamando de seca pimenteira. Ou então dando “prints”, para caçoar do escriba nas redes sociais mais para frente. É esporte nacional, já sabem.

Mas o fato é que o Flamengo tem nas mãos uma oportunidade de ouro para assumir o controle do Campeonato Brasileiro. Não para garantir título, porque isso não se faz na virada do turno. Mas para abrir uma vantagem importante de pontos e se colocar no comando, transformando-se no time a ser perseguido e batido.

Quis o destino que, mesmo no calendário apertadíssimo do futebol brasileiro, o Flamengo tivesse um mês de setembro, que se inicia hoje, tão tranquilo (ou tão complicado) quanto os demais concorrentes.

Vamos lembrar? O Flamengo está fora da Copa do Brasil, que terá a volta das semifinais neste meio de semana agora. Está classificado para a Libertadores, mas as semifinais contra o Grêmio serão só em outubro. A final, se chegar lá, só no fim de novembro.

E o que o calendário de setembro reserva ao Flamengo, antes da semi continental? Jogos contra Palmeiras, Avaí (em Brasília), Santos, Cruzeiro (fora), Inter e São Paulo.

Isso mesmo, o Flamengo tem uma sequência em casa, em seu Maracanã, que anda sempre lotado, contra segundo, terceiro, quarto e sétimo colocados. Basicamente, todos os seus adversários pelo título brasileiro.

O jogo contra o Avaí, que seria fora, será em “casa” também. Neste jogo, não estarão disponíveis os convocados Bruno Henrique, De Arrascaeta e Berrío. Mas vejam, é o jogo mais fácil do campeonato, contra o lanterna, que não ganha de ninguém. E outros concorrentes, como o Santos, terão na mesma rodada jogos mais difíceis e com mais gente convocada.

É uma tabela fácil? Não. É uma tabela difícil. E esse é exatamente o ponto. Você pegar um pedaço difícil da tabela, em que precisa vencer duelos diretos dentro de casa, sem a preocupação com as outras frentes, focando exclusivamente nestes jogos.

É muito melhor ter a folga de calendário ao longo de duelos contra seus rivais diretos do que contra os times mais fracos.

Vamos imaginar, cenário hipotético, que o Flamengo consiga vencer os três paulistas e o Avaí. Pode até tropeçar com Cruzeiro e Inter. Neste cenário, o Flamengo chegará à semi da Libertadores na liderança isolada do campeonato.

Em outubro, a maratona recomeça, e o Flamengo terá jogos encardidos fora de casa entre as partidas contra o Grêmio. Mas aí teria margem de negociação, de administração de vantagem nestas viagens.

Claro que o jogo é jogado e o Flamengo tem que fazer valer essa oportunidade. Mas, se fizer, e justamente agora vive seu melhor momento técnico e tático com Jorge Jesus, pode ficar simplesmente impossível para algum concorrente ir buscar o Flamengo depois.

O duelo deste domingo, Flamengo x Palmeiras, é o primeiro crucial desta lista. O Palmeiras, que vive seu pior momento com Felipão, sabe disso. Precisa, do jeito que for, sair com vida do Maracanã.

Fonte