BRASILEIRÃO

Maicosuel deixa o São Paulo após três anos, gol salvador e R$ 10 milhões

Maicosuel deixa o São Paulo após três anos, gol salvador e R$ 10 milhões
Neste domingo (31), depois de três anos, Maicosuel finalmente encerrará seu vínculo com o São Paulo. O atacante, pedido de Rogério Ceni em junho de 2017, atuou em apenas nove partidas com a camisa do clube, fez um gol e estará livre no mercado para assinar com qualquer equipe que o procurar. Aos 33 anos, o…

Neste domingo (31), depois de três anos, Maicosuel finalmente encerrará seu vínculo com o São Paulo. O atacante, pedido de Rogério Ceni em junho de 2017, atuou em apenas nove partidas com a camisa do clube, fez um gol e estará livre no mercado para assinar com qualquer equipe que o procurar.

Aos 33 anos, o meia-atacante Maicosuel encerra nesse fim de semana seu contrato com o São Paulo. Foram 4 anos de vínculo com apenas nove jogos e um gol marcado. Empréstimos frustrados para Grêmio e Paraná. Ele não joga oficialmente desde fevereiro de 2019. pic.twitter.com/i6r3gsG5IK

— BR Contracts (@BRContracts) May 30, 2020

O clube, na época, gastou R$ 3,6 milhões para tirar o veterano do Atlético-MG, onde era reserva. Mesmo tendo sido pedido por Ceni, então treinador da equipe, o meia-atacante atuou apenas uma vez sob o comando do ídolo, saiu contundido, reestreou já com Dorival Júnior e não conseguiu completar os 90 minutos nenhuma vez com a camisa do Tricolor.

Contratado com parte do dinheiro proveniente da venda do jovem Luiz Araújo para o Lille, é seguro dizer que Maicosuel não deu certo no São Paulo. Seja devido a lesões ou a falta de oportunidades, o atleta deixa o clube tendo deixado poucas boas lembranças no torcedor.

Com um salário elevado, pouco rendeu quando esteve dentro de campo, ficando mais marcado por pedir para deixar de receber seu salário enquanto estava se recuperando de lesão no REFFIS, departamento médico da equipe paulista.

Escolha dos editores

Mesmo com todos os negativos, marcou um dos gols mais importantes, talvez, da década no Tricolor. Seu único tento com a camisa do São Paulo foi diante do Athletico-PR (ainda Atlético na época), pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017, em um período dramático para o clube.

Lembra? Brasileirão de 2017, São Paulo FC 2×1 Athletico Paranaense, gols de Pratto e Maicosuel ⚽️🥅🇾🇪@SaoPauloFC @rai10oficial @DiegoLugano @danifields pic.twitter.com/d2NYYtMVn8

— OZIEL (FUTEBOL PARECE FÁCIL.COM) (@OzielJniorCard1) January 11, 2020

Com os paulistas na 17ª colocação, com risco real de cair para a Série B, empatando em casa diante do Furacão, Maicosuel recebeu bola de Hernanes, perto do final da partida, e marcou o gol da vitória do clube, que lhe tirou da zona de rebaixamento de vez – o São Paulo não voltaria ao Z-4 naquela edição do campeonato.

Ainda assim, o jogador não decolou. Encerrou a temporada em baixa em 2017, e a medida em que o treinador Dorival Jr. pretendia usar mais as categorias de base no ano seguinte, foi emprestado ao Grêmio para se recuperar, com o Tricolor pagando a totalidade dos seus salários. Não deu certo.

Desta maneira, Maicosuel foi repassado ao Paraná, com o São Paulo pagando metade de seus vencimentos. Novamente, abriu mão de boa parte do que deveria receber, desta vez dos paranaenses, mas não conseguiu se reabilitar e retornou para cumprir o resto de seu contrato no Morumbi.

No total, o custo da operação que levou o atleta ao Tricolor foi de mais de R$ 10 milhões, juntando o valor pago ao Atlético e seus vencimentos mensais. Um terço do que o clube recebeu pela venda da promessa Luiz Araújo, peça importante do time de Ceni, vendido após Leco, presidente da equipe, prometer ao ídolo que não iria promover mudanças no elenco.

Livre no mercado, Maicosuel já afirmou em outras ocasiões que quer continuar no futebol e está longe de parar. No São Paulo, mesmo sem conseguir brilhar, demonstrou ter fome de bola e confiança em si mesmo, tendo recusado salários enquanto estava lesionado. Resta saber quais serão os próximos passos da carreira do meia-atacante.

Fonte