TORCIDA

Mais uma eliminação | O que SP precisa fazer para afastar pressão? Blogueiros opinam

Mais uma eliminação | O que SP precisa fazer para afastar pressão? Blogueiros opinam
Na noite da última quarta-feira (29), o São Paulo amargou mais uma eliminação na temporada 2019. Desta vez, caiu da Copa do Brasil ao perder duas vezes para o Bahia, ambas por 1 a 0, e agora só tem o Campeonato Brasileiro para disputar na temporada.Como consequência da derrota na Fonte Nova, o Morumbi amanheceu…

Na noite da última quarta-feira (29), o São Paulo amargou mais uma eliminação na temporada 2019. Desta vez, caiu da Copa do Brasil ao perder duas vezes para o Bahia, ambas por 1 a 0, e agora só tem o Campeonato Brasileiro para disputar na temporada.

Como consequência da derrota na Fonte Nova, o Morumbi amanheceu pichado. O principal alvo das críticas da torcida é o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. E agora? O que o São Paulo precisa fazer para espantar a pressão? Veja as opiniões dos blogueiros do UOL Esporte:

ANDRÉ ROCHA

Aproveitar o calendário mais folgado para tentar sobrar no Brasileiro no físico e no foco. Como “zebra” pelo contexto atual que vive, mesmo sendo um gigante do nosso futebol. Para não sucumbir pela pressão por uma conquista relevante que não vem desde 2012 e, por isso, pela queda brusca na autoestima que faz o time se curvar com qualquer adversidade. (LEIA MAIS)

JUCA KFOURI

O São Paulo precisa ganhar um título. Como?

Durante 23 anos essa era a pergunta sobre o Corinthians, agravada pelo fato de serem em menor número os torneios disputados.

Dizer que o Raí não entende de futebol, ou que o Cuca está superado, ou que o Hernanes está bichado, não levará a nada.

Eu começaria por fazer psicoterapia de grupo no São Paulo. (LEIA MAIS)

MARCEL RIZZO

Planejamento tem sido caótico. Agora Cuca talvez tenha tempo e carta branca para montar um elenco que considere ideal, ou próximo disso. São Paulo tem falhado em montar elencos para treinadores que não ficam no clube muito tempo.

MAURO CEZAR

Precisa-se tudo. Precisa ter estrutura como time e voltar a marcar gols. Não foi às redes em metade dos jogos em 2019.

MENON

A receita é simples. Precisa ganhar. E ganhar. E continuar ganhando. A cada derrota, a pressão voltará. Pois o que se fez até agora, foi perder, perder e… perder. E como ganhar, ganhar e ganhar? Com certeza, os bem remunerados Leco, Raí, Lugano e Cuca saberão.

Eu, humildemente, vejo um bom sistema defensivo, com três gols sofridos em seis jogos. Então, que seja mantido. Com Hudson na direita. Que se tenha, então, uma transição mais rápida, buscando- se os lados do campo. E que se chute de fora da área. E que haja daqueles gols que só centroavantes sabem fazer: de cabeça, de tornozelo, barriga ou nariz.

Como, se Liziero não joga? Como, se Pablo não joga? Pois é, Cuca… É difícil ganhar mil reais por hora… Enquanto tudo não se arruma, pode-se ter soluções paliativas. Mostrar dedicação em campo e respeito ao torcedor.

A diretoria precisa fazer uma força tarefa com dedicação total, para se conseguir cinco pontos, no mínimo, contra Cruzeiro, Galo e Avaí. E, assim, chegar ereto à parada da Copa América. E conseguir um time que jogue de acordo com o que ganha. (LEIA MAIS)

PERRONE

Resposta simples: precisa voltar a ganhar. Agora, não acredito que seja necessário muito malabarismo para conseguir isso. Degolas, caça às bruxas, são medidas exageradas na minha opinião. O que o São Paulo precisa é que Cuca escale quem consegue executar seus pedidos e que treine bem quem não é capaz.

RENATA MENDONÇA (DIBRADORAS)

O São Paulo precisa, primeiro de tudo, assumir seus erros – e parar de errar tanto. As coletivas de imprensa de dirigentes parecem sempre uma conversa de quem quer fugir da realidade. Precisam assumir as absurdas falhas de planejamento que têm cometido e entender que a recuperação do clube vai levar mais tempo do que se gostaria – porque precisa de um trabalho forte a longo prazo. O São Paulo errou ao demitir Aguirre, errou ao efetivar Jardine naquele momento e errou ao demiti-lo para apostar num projeto com 3 técnicos em 2 meses. Errou também ao trazer Cuca sem entender que o estilo desse time não era o estilo que o treinador costuma ter em suas equipes. Para terminar o ano minimamente bem, o São Paulo tem que abandonar o roteiro que tem se repetido nos últimos anos da lista de dispensa com “vilões” no meio do ano como se a culpa das sucessivas eliminações fosse dos jogadores, e não da diretoria. Está na hora de Leco (principalmente) e Raí darem as caras e assumirem as inúmeras decisões erradas que levaram o time a esse acúmulo de vexames.

Fonte