BRASILEIRÃO

Mauro Cezar | ‘Diniz reclamou da data de início do Brasileiro. Quer jogar quando?’

Mauro Cezar | ‘Diniz reclamou da data de início do Brasileiro. Quer jogar quando?’
Assim como Vanderlei Luxemburgo, no Palmeiras, o técnico do São Paulo, Fernando Diniz, também não aprovou o retorno do Campeonato Brasileiro, projetado para o fim de semana dos dias 8 e 9 de agosto, conforme divulgou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O comandante do Tricolor deseja ter mais tempo para poder treinar o seu…

Assim como Vanderlei Luxemburgo, no Palmeiras, o técnico do São Paulo, Fernando Diniz, também não aprovou o retorno do Campeonato Brasileiro, projetado para o fim de semana dos dias 8 e 9 de agosto, conforme divulgou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O comandante do Tricolor deseja ter mais tempo para poder treinar o seu time depois da paralisação dos torneios de mais de cem dias devido ao coronavírus.

No podcast Posse de Bola #39, o jornalista Mauro Cezar Pereira afirma que não dá para ser crítico à CBF no momento em que a entidade finalmente toma uma posição em relação ao planejamento para o início da competição e questiona o treinador são-paulino sobre por que não voltar na data estipulada pelos dirigentes que organizam o Brasileirão.

“Eu vi uma entrevista do Fernando Diniz reclamando que o tempo, aí também é brincadeira, gente. O São Paulo volta a treinar agora, quarta-feira (hoje). Fizeram testes e tal. Dia 1º de julho, se a CBF marcou dia 8 ou 9 para voltar, são 39 dias, meu camarada. Não dá para manter esse time? Faça-me o favor”, afirma Mauro Cezar (disponível no vídeo acima a partir de 28:46).

“Quer o quê? O mundo ideal? Não vai ter mundo ideal. Aliás, nisso aí até, eu não critico a CBF, porque eu reclamei lá atrás, acho que a CBF tem que ter um planejamento. Ela pôs lá uma data, se não der certo, chegar perto, não há condições dia 8 e 9. ‘Nós pensamos inicialmente nessa data, mas não dá, então, vai ser dia sei lá’, ela muda a data. Eu acho que é melhor do que ela ficar como estava até agora calada, como se nada tivesse a ver com a história, entregando para as federações”, completa o jornalista.

Mauro ressalta ainda que mesmo na Europa, com as condições mais favoráveis ao retorno do futebol, há clubes que não estão conseguindo repetir as escalações devido ao pouco tempo de preparação antes do retorno das competições devido à pandemia do novo coronavírus.

“O técnico do São Paulo vai lá e ‘não, vou voltar dia 1º e vai jogar agora’. Quer jogar quando? Em dezembro? Aí não dá. E outra coisa, não existe esse mundo ideal, não existe. O Guardiola [treinador do Manchester City] está revezando o time a cada rodada. Ele chegou a trocar oito jogadores de um jogo para o outro. Estamos falando de uma crise talvez sem precedentes, pelo menos sem precedentes na história recente, moderna”, conclui o jornalista.

A assessoria de imprensa do São Paulo afirma que Diniz não reclama de começar o Brasileirão no dia 9/8, e sim da necessidade da antecipação de seis datas do Paulistão para que isso seja possível.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Fonte