CARLOS AUGUSTO

Orlando Silva e seu partido, o PCdoB, declaram apoio a Boulos em São Paulo

Orlando Silva e seu partido, o PCdoB, declaram apoio a Boulos em São Paulo
Após as manifestações de Fernando Haddad e de Jilmar Tatto, ambos do PT, de que apoiarão Guilherme Boulos (PSOL) contra Bruno Covas (PSDB) no segundo turno da eleição pela prefeitura de São Paulo, o PCdoB decidiu, nesta segunda-feira (16), também manifestar apoio à candidatura do PSOL. O partido, que está no segundo turno em Porto…

Após as manifestações de Fernando Haddad e de Jilmar Tatto, ambos do PT, de que apoiarão Guilherme Boulos (PSOL) contra Bruno Covas (PSDB) no segundo turno da eleição pela prefeitura de São Paulo, o PCdoB decidiu, nesta segunda-feira (16), também manifestar apoio à candidatura do PSOL.

O partido, que está no segundo turno em Porto Alegre com Manuela D’Ávila, teve Orlando Silva como candidato em São Paulo no primeiro turno.

“URGENTE!!! O PCdoB decidiu apoiar a candidatura de @GuilhermeBoulos e @luizaerundina à Prefeitura. Foi importante derrotar Bolsonaro no 1º turno! Agora é construir um projeto popular que priorize emprego e renda e faça de São Paulo uma cidade livre do racismo. Vamos juntos!”, escreveu Orlando em suas redes sociais.

URGENTE!!! O PCdoB decidiu apoiar a candidatura de @GuilhermeBoulos e @luizaerundina à Prefeitura.

Foi importante derrotar Bolsonaro no 1º turno! Agora é construir um projeto popular que priorize emprego e renda e faça de São Paulo uma cidade livre do racismo. Vamos juntos!

— Orlando Silva 65 (@orlandosilva) November 17, 2020

Além do PCdoB, o PT também apoia formalmente Boulos. Não foi só Haddad e Tatto que se manifestaram, mas a Executiva Municipal do partido em São Paulo divulgou uma nota nesta segunda-feira (16) em que confirma o apoio ao candidato do PSOL.

“A executiva municipal do PT São Paulo definiu em reunião realizada na noite desta segunda (16) apoiar a candidatura de Guilherme Boulos no segundo turno da Eleição na Capital. A reunião ocorreu na sede municipal do partido. De acordo com Laércio Ribeiro, presidente do DMPT-SP, é necessário derrotar o projeto neoliberal representado por Bruno Covas, João Doria e Bolsonaro, motivo pelo qual o PT paulistano entende a importância de eleger Guilherme Boulos prefeito”, diz a nota da legenda.

O único partido que se coloca no campo progressista que não manifestou ainda nenhum apoio no segundo turno de São Paulo é o PDT, que formou chapa com Márcio França (PSB) no primeiro turno. Fórum apurou que a sigla de Ciro Gomes deve anunciar uma decisão sobre o assunto nesta terça-feira (17).

Fonte