BRASILEIRÃO

Pastor diz que “mendigos têm dever bíblico de passar fome”

Pastor diz que “mendigos têm dever bíblico de passar fome”
Pastor Marcos Granconato O pastor Marcos Granconato, líder da Igreja Batista Redenção, de São Paulo, causou polêmica na internet após uma publicação onde ele diz que “a maioria dos mendigos têm o dever bíblico de passar fome, pois Paulo diz aos Tessalonicenses: ‘se alguém não trabalha, que também não coma’”. As informações são do site…
Pastor Marcos Granconato

O pastor Marcos Granconato, líder da Igreja Batista Redenção, de São Paulo, causou polêmica na internet após uma publicação onde ele diz que “a maioria dos mendigos têm o dever bíblico de passar fome, pois Paulo diz aos Tessalonicenses: ‘se alguém não trabalha, que também não coma’”. As informações são do site Fuxico Gospel.

A declaração foi publicada em seu perfil oficial do Facebook no último domingo, 1º de maio. Após o post, centenas de internautas criticaram o religioso.

“Então a maioria dos mendigos são vagabundos na sua visão? O senhor diz isso com base em quê?”, questionou um evangélico.

Outra pessoa escreveu: “E o que Jesus disse sobre, tive fome não me destes de comer, tive sede e não me destes de beber e etc… ?”

Marcos Granconato também usa a rede social para fazer duras críticas à esquerda, e mantém várias fotos com armas.

Em um post, ele divulgou a foto de um alvo de papel todo furado de balas, e algumas mensagens fora do contexto de um líder cristão.

“Preciso ajustar a mira”, diz o pastor na foto com o alvo perfurado fora da área central. “Cajado moderno”, escreveu ele segurando uma escopeta calibre 12.

O líder religioso também incentiva os seus seguidores a praticarem o tiro esportivo e possuírem uma arma em casa para sua proteção.

“Eu quero sim influenciar pessoas, instigando-as a praticar o tiro esportivo e ter armas em casa, desde que legalmente. Eu aprovo isso como cristão e creio que todos, após cumprir certas exigências, deviam ter armas em sua residência, em seu carro e em seu local de trabalho. Acredito que isso é sábio e bom. Se eu pudesse, pregaria armado, com um coldre sob o paletó, para proteger meu rebanho de loucos assassinos que atacam igrejas indefesas”, argumentou.

Fonte: Agora RN com informações de Fuxico Gospel

Fonte