TORCIDA

Paulo Sousa começa a ver tempestade se afastar do Flamengo

Paulo Sousa começa a ver tempestade se afastar do Flamengo
No futebol tudo é muito rápido e dinâmico. Que o diga o técnico Paulo Sousa, do Flamengo. Bastaram duas vitórias com atuações convincentes do time – contra o Talleres (3 a 1), na terça (12), e São Paulo (3 a 1), nesse domingo, ambas no Maracanã, para que a torcida trocasse insultos por aplausos e…

No futebol tudo é muito rápido e dinâmico. Que o diga o técnico Paulo Sousa, do Flamengo. Bastaram duas vitórias com atuações convincentes do time – contra o Talleres (3 a 1), na terça (12), e São Paulo (3 a 1), nesse domingo, ambas no Maracanã, para que a torcida trocasse insultos por aplausos e já o reverenciasse como o comandante certo para a temporada do Rubro-Negro.

Como o dia a dia no Flamengo está sempre sujeito a chuvas e trovoadas, é bom que o time mantenha o embalo. Nessa quarta (20), por exemplo, o adversário será nada mais nada menos que o Palmeiras, no Maracanã. No sábado, 23, o Athletico-PR, fora de casa. Já na semana que vem, estará no Chile para jogar contra o Universidad Católica, pela Libertadores.

Vai ser uma sequência importante para que a instabilidade do Flamengo neste início de ano fique para trás. A bem da verdade, Paulo Sousa vem se esforçando para isso. Deixou, por exemplo, Everton Ribeiro com liberdade para se movimentar no meio e no ataque da equipe nas duas últimas partidas e ele voltou a render muito bem.

É bom, no entanto, que o técnico ouça a voz da torcida e chegue à conclusão que Rodinei não pode ser o titular da lateral-direita – Isla ou Matheuzinho são as melhores opções para o setor. Há ainda uma outra questão que precisa ser bem analisada: Willian Arão tem mesmo potencial para ser escalado na zaga?

Fonte: Terra

Fonte