CARLOS AUGUSTO

Projeto em Paquetá aplica segunda dose em moradores

Projeto em Paquetá aplica segunda dose em moradores
Os moradores da Ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro, que participam do projeto "PaqueTá Vacinada" recebem neste domingo (15) a segunda dose das vacinas contra a covid-19. Com a nova etapa da pesquisa, a ilha, localizada no interior da Baía de Guanabara, será o primeiro bairro carioca a ter sua população totalmente imunizada com…

Os moradores da Ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro, que participam do projeto “PaqueTá Vacinada” recebem neste domingo (15) a segunda dose das vacinas contra a covid-19. Com a nova etapa da pesquisa, a ilha, localizada no interior da Baía de Guanabara, será o primeiro bairro carioca a ter sua população totalmente imunizada com as duas doses.

O projeto da Secretaria Municipal de Saúde do Rio conta com pesquisadores da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), que vão estudar questões como o impacto da imunização na circulação do vírus, a efetividade da vacina e a proteção das pessoas não vacinadas.

Além da vacinação, a pesquisa conta com monitoramento sorológico dos moradores, e mais de 2,3 mil exames foram coletados antes da aplicação das doses.

Segundo a secretaria, antes da primeira dose da vacina ser aplicada nos voluntários do projeto, 40% dos adultos não vacinados e 90% dos já vacinados testaram positivo para a presença desses anticorpos. Entre as crianças e adolescentes testados, 21% já tinham anticorpos por terem sido expostos ao vírus.

A vacinação em massa da população começou em 20 de junho, quando foi atingido o percentual de 96% de adultos com a primeira dose. Em 25 de julho, os adolescentes de 12 a 17 anos também receberam a primeira dose, e a adesão foi de 95%.

Os adultos receberam a vacina AstraZeneca, que é produzida na Fiocruz. Já os adolescentes receberam a Pfizer, a única autorizada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para essa faixa etária.

Fonte