CARLOS AUGUSTO

Quem aqui está preocupado com as cotações em São Paulo?

Quem aqui está preocupado com as cotações em São Paulo?
Mário Hildebrandt (Podemos) segue com o maior percentual de intenções de votos nas eleições 2020 em Blumenau, segundo o novo levantamento feito pelo Instituto Paraná de Pesquisas a pedido da NSC Comunicação. Com 33,2% das intenções de voto, o atual prefeito manteve o patamar alcançado na primeira pesquisa, divulgada em 21 de outubro. João Paulo…

Mário Hildebrandt (Podemos) segue com o maior percentual de intenções de votos nas eleições 2020 em Blumenau, segundo o novo levantamento feito pelo Instituto Paraná de Pesquisas a pedido da NSC Comunicação. Com 33,2% das intenções de voto, o atual prefeito manteve o patamar alcançado na primeira pesquisa, divulgada em 21 de outubro. João Paulo Kleinübing (DEM) continua em segundo lugar, com 15,2%. No entanto, no atual levantamento, ele empata tecnicamente com Odair Tramontin (Novo) e Ricardo Alba (PSL). Com isso, há uma indefinição em quem acompanharia Hildebrandt em um provável segundo turno.

> Evandro de Assis: Ascensão de Odair Tramontin é o fato novo das Eleições 2020 em Blumenau

A publicação desta pesquisa chegou a ser proibida, porque a juíza da 88ª Zona Eleitoral de Blumenau, Simone Faria Locks, concedeu liminar, na noite desta quarta-feira, 11, a pedido do candidato Ricardo Alba (PSL). O candidato alegava falta de documentos que comprovassem a contratação do levantamento, além de contestar o número de pessoas a serem ouvidas em cada um dos bairros. No início da madrugada desta quinta-feira, 12, o desembargador Wilson Pereira Junior, do Tribunal Regional Eleitoral acatou recurso da NSC Comunicação, liberando a publicação da pesquisa.

​> Em site especial, saiba tudo sobre as eleições municipais 2020​

O levantamento foi feito entre os dias 8 e 11 de novembro e entrevistou por telefone 660 eleitores em Blumenau, devido à pandemia de coronavírus. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou menos. O índice de confiança, a probabilidade de os resultados retratarem o atual cenário eleitoral, é de 95%.

> Eleições 2020: confira as pesquisas em Florianópolis, Criciúma, Chapecó, Blumenau e Joinville

Resultado da pesquisa estimulada

Hildebrandt (Podemos) obteve 33,2% na pesquisa estimulada – quando os entrevistados tiveram de responder em quem votariam na lista de 12 candidatos confirmados para as eleições. Em seguida estão Kleinübing (DEM), com 15,2%; Tramontin (NOVO), com 11,2%; Alba (PSL), com 8,9%; Ivan Naatz (PL), 5%; Ana Paula Lima (PT), 3,2%; João Natel (PDT), 1,4%; Geórgia Faust (PSOL), 1,2%; Jairo Santos (PRTB), 0,9%; Mário Kato (PCdoB), 0,6%; Wanderlei Laureth (Avante), 0,5%; e Débora Arenhart (Cidadania), 0,3%.

O candidato que teve maior evolução em relação à pesquisa de outubro foi Tramontin. Ele obteve 6,8 pontos percentuais a mais no levantamento mais recente, extrapolando a margem de erro. Os demais mantiveram patamar similar ao da primeira pesquisa, oscilando dentro da margem de erro.

Entre os ouvidos, 9,7% disseram que vão votar em branco ou nulo. Há, ainda, 8,8% que não definiram o voto ou não quiseram responder.

> Confira as entrevistas com os 12 candidatos à prefeitura de Blumenau

Simulação de segundo turno

A pesquisa também simulou um possível segundo turno com Mário Hildebrandt e o ex-prefeito da cidade, entre 2005 e 2012, João Paulo Kleinübing. A pergunta foi feita com base nos resultados da primeira pesquisa, considerando somente os candidatos que obtiveram, pelo menos, dois dígitos nas intenções de voto no levantamento de outubro.

Neste cenário, 54,1% dos eleitores disseram votar no atual chefe do Executivo blumenauense, enquanto 25,3% preferem Kleinübing. Outros 14,7% afirmaram que anulariam ou votariam em branco e 5,9% não souberam ou optaram por não responder.

Ana Paula e Kleinübing têm os maiores índices de rejeição

A pesquisa também perguntou aos entrevistados em qual dos 12 candidatos não votaria de jeito nenhum. Ana Paula Lima (PT), com 50,5%, e João Paulo Kleinübing (DEM), 23,8%, têm a maior rejeição. Ivan Naatz (PL) registrou 18,3%. Ricardo Alba (PSL), 13,8% e Mário Hildebrandt (Podemos), 12,1%. Os demais candidatos variaram entre 6,5% e 9,5%.

Gestão de Mário Hildebrandt tem 53,6% de aprovação

Além de se manter à frente dos demais candidatos, Hildebrandt continua com bom desempenho na avaliação da própria gestão. Para 53,6% dos entrevistados, ele tem uma atuação boa ou ótima. Outros 31,5% consideram o trabalho dele regular; 12,5% analisam como ruim ou péssimo e 2,4% não souberam responder ou não opinaram.

Eleitores rejeitam retorno às aulas presenciais

Quando questionados sobre o que acham do retorno das aulas presenciais durante a pandemia de coronavírus, 46,9% responderam que discordam sobre a retomada. Nesta fatia estão os que não querem totalmente (40,5%) e os que discordam em partes (6,4%). 

Do outro lado, há 43,2% que preferem o retorno, mas 26,4% concordam em parte. Os outros 16,8% gostariam que todos os estudantes voltassem às escolas.

Há também 7,1% que não concordaram nem discordaram. Os que preferiram não responder formam 2,9%.

Entrevistados têm receio de contrair coronavírus

O segundo questionamento foi sobre o sentimento em relação à pandemia. Mais da metade, 56,2%, se identificou com a seguinte afirmação: “Tenho medo de pegar o coronavírus e estou tomando todos os cuidados”. 

Na sequência, surgem os que garantiram que nunca tiveram medo do vírus (17,4%). Outros 14,1% admitiram ter medo da contaminação, mas abandonaram alguns cuidados e 10,6% contaram não temer mais. Apenas 1,7% não respondeu essa pergunta.

FICHA TÉCNICA

Período avaliado: entre 8 e 11 de novembro de 2020

Amostra: 660 eleitores

Método: a pesquisa foi feita por telefone, devido à pandemia da Covid-19

Margem de erro: a máxima estimada é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos

Nível de confiança: 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral.

Solicitante: pesquisa contratada por NSC Comunicação

Registro no TSE: sob o número SC-02273/2020

Leia mais sobre pesquisas:

Eleições 2020: confira as pesquisas em Florianópolis, Criciúma, Chapecó, Blumenau e Joinville

Criciúma: Clésio Salvaro sustenta favoritismo na disputa pela prefeitura

Chapecó: João Rodrigues mantém vantagem na disputa pela prefeitura

Florianópolis: pesquisa aponta vitória de Gean no primeiro turno

Fonte