BRASILEIRÃO

Rigoni brilha e Volpi falha em empate entre São Paulo e Fortaleza

Rigoni brilha e Volpi falha em empate entre São Paulo e Fortaleza
No duelo entre os argentinos Crespo e Vojvoda, São Paulo e Fortaleza ficaram no empate em 2×2. Após fazer dois gols com Rigoni, o Tricolor paulista viu o Leão do Pici se reerguer e empatar o jogo em partida válida pelas quartas de final da Copa do Brasil.Rigoni brilhou pelo lado dos paulistas, enquanto Yago Pikachu…

No duelo entre os argentinos Crespo e Vojvoda, São PauloFortaleza ficaram no empate em 2×2. Após fazer dois gols com Rigoni, o Tricolor paulista viu o Leão do Pici se reerguer e empatar o jogo em partida válida pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Rigoni brilhou pelo lado dos paulistas, enquanto Yago Pikachu e Romarinho empataram para os cearenses.

Como não tem gol qualificado, qualquer empate leva pela a disputa da vaga para os pênaltis. Quem vencer, leva a classificação e segue vivo na luta pelo título nacional.

Primeiro tempo

Já nos primeiros do jogo, o Fortaleza mostrou que não seria presa fácil para o São Paulo. Os cearenses dificultavam o jogo dos paulistas, que não conseguiam levar perigo. De quebra, ainda acertaram uma bola no travessão com Wellington Paulista, aos cinco minutos.

Aos nove minutos, mais um susto para Tiago Volpi. Lucas Crispim chutou de longe e o goleiro fez boa defesa para jogar a bola para fora.

Pouco a pouco, o São Paulo começou a dominar a posse de bola e chegou à área de Marcelo Boeck. Aos 20 minutos, as estatísticas apontavam mais de 60% do tempo.

Foi também, neste momento, que o arqueiro salvou o Fortaleza em duas grandes chegadas do time de Crespo. Na primeira, Daniel Alves lançou Rigoni dentro da área. O argentino dominou e chutou para grande defesa de Boeck. No minuto seguinte, o lateral direito recebeu grande passe, mas também parou em linda defesa do camisa 1.

A última jogada de perigo foi aos 33 minutos. Lucas Crispim tentou tocar por cima de Tiago Volpi, após tabela com Wellington Paulista, mas a zaga tirou antes que a bola chegasse ao gol.

Segundo tempo

Assim como foi no primeiro tempo, o Fortaleza começou o jogo em cima, mas sem assustar o São Paulo, que tinha dificuldades em sair jogando.

Aos 21 minutos, Robson quase marcou um golaço. O atacante chutou forte, de longe, e assustou o goleiro Tiago Volpi. A bola passou muito perto.

Aos 23, Rigone fez valer a máxima do futebol: “Quem faz, leva”. Ele recebeu virada de jogo de Reinaldo e matou a bola no peito. Como é característico do argentino, ele rolou a bola para o meio e chutou forte para vencer Boeck e abrir o placar. 1×0 para o São Paulo

E foi o camisa 77 que deu mais tranquilidade para o Tricolor Paulista. Dez minutos do primeiro gol, o atacante recebeu belo passe em profundidade de Liziero, com o campo livre para o atleta correr. Muito rápido, Rigoni acelerou e chutou na saída do goleiro adversário para aumentar a vantagem e fazer 2×0.

O Fortaleza não se acoou. Mesmo após quase tomar o terceiro, o Leão do Pici diminuiu o placar. Yago Pikachu recebeu lançamento de Robson, contou com a falha de Tiago Volpi e tocou para o gol sem goleiro para fazer 2×1.

O gol levou os cearenses ao ataque e eles foram recompensados. Henríquez cruzou para área e Romarinho aproveitou para empatar o jogo e empatar o jogo em 2×2.

Fonte