DESTAQUE

São Paulo tem Ricardo Oliveira como opção; conversa com Adriano ‘anda’

Cuca pediu o argentino Juan Dinenno para a posição de centroavante, mas clube também analisa opções mais baratas. Adriano ainda é visto como distante.

O São Paulo está no mercado à procura de um centroavante e de um lateral para atender a pedidos de Cuca. O atacante solicitado pelo técnico desde a sua chegada é o argentino Juan Dinenno, do Deportivo Cali (COL), mas Ricardo Oliveira, do Atlético-MG, também é opção. Para a lateral, o alvo é Adriano, do Besiktas (TUR), que pode jogar nos dois lados do campo. O clube ainda trata a negociação como difícil, mas as conversas evoluíram nas últimas semanas.

O interesse por Ricardo Oliveira, noticiado inicialmente pelo Uol Esporte, tem alguns impeditivos. Se entrar em campo contra o Santos no próximo domingo o goleador de 39 anos chegará ao sétimo jogo no Brasileirão e não poderá mais defender outra equipe na competição.

 

Além disso, o São Paulo sabe após sondagem inicial que o Atlético-MG não pretende liberá-lo com facilidade. O Tricolor ainda avalia o que fazer e, até o momento, não apresentou uma proposta formal. O contrato do jogador, renovado em setembro de 2018, vence no fim do ano que vem.

Recentemente, o Santos tentou contratá-lo e não conseguiu. Ricardo ficou lisonjeado ao saber que ainda desperta o desejo de clubes como o Peixe e o São Paulo, mas tem preferido não se envolver diretamente nas conversas. Ele já vestiu a camisa tricolor em duas rápidas passagens, em 2006 e em 2010.

O São Paulo tem analisado outros centroavantes por que o Deportivo Cali quer cerca de 3 milhões de dólares (R$ 11,6 milhões) para vender Juan Dinenno, o preferido de Cuca. Em dificuldades financeiras após as quedas precoces na Copa do Brasil e na Libertadores, o clube do Morumbi não tem esse dinheiro para investir. O jogador está emprestado pelo Racing (ARG) ao clube colombiano, que está prestes a exercer a opção de compra e sinalizou ao Tricolor que pode revendê-lo.

Adriano, cujo contrato com o Besiktas (TUR) se encerra no meio do ano, é outro pedido direto de Cuca à diretoria. Ele desperta o interesse de outros clubes e inicialmente pediu um salário considerado muito alto para acertar com o São Paulo. Os valores se aproximaram nas conversas dos últimos dias, mas, segundo pessoas do clube ouvidas pela reportagem, a distância para um acordo ainda é considerável.

Fabio Santanna, agente do atleta de 34 anos, falou em tom mais otimista ao Globo Esporte no fim de semana, mas “passou a bola” para a diretoria são-paulina:

-Vários outros clubes estão querendo tirá-lo do São Paulo, mas dei minha palavra ao Raí. Agora só depende do São Paulo.

Fonte