MORUMBI

Sem o Pacaembu, quais estádios podem ser alternativa aos grandes de São Paulo?

Sem o Pacaembu, quais estádios podem ser alternativa aos grandes de São Paulo?
Home iG › Esporte › Futebol Palmeiras, Santos, São Paulo e Corinthians sempre recorrem ao estádio municipal quando precisam, mas, em 2020, terão que escolher outro local arrow-optionsHeloísa Ballarini/SECOM Estádio do Pacaembu vai fechar por 2 anos a partir de 2020 A concessão do Pacaembu, assinada pelo prefeito Bruno Covas e o consórcio Patrimônio SP,…
    1. Home iG


    2. Esporte



    3. Futebol


Palmeiras, Santos, São Paulo e Corinthians sempre recorrem ao estádio municipal quando precisam, mas, em 2020, terão que escolher outro local





arrow-options
Heloísa Ballarini/SECOM

Estádio do Pacaembu vai fechar por 2 anos a partir de 2020

A concessão do Pacaembu, assinada pelo prefeito Bruno Covas e o consórcio Patrimônio SP, prevê o fechamento completo do estádio Paulo Machado de Carvalho
por um período de, pelo menos, dois anos para obras de reforma de todo complexo – do primeiro semestre de 2020 até a metade de 2022.

Leia também: Jogador esconde morte do pai, vai para partida e se emociona com gol da vitória

Atualmente, o Pacaembu
é usado como alternativa pelos clubes grandes do estado. Palmeiras e São Paulo, por exemplo, recorrem ao estádio municipal quando Allianz Parque e Morumbi recebem eventos e shows.

Já o Santos divide seus jogos em casa pelo Brasileirão e Paulistão entre Vila Belmiro e Pacaembu. Dos quatro grandes de SP, o Corinthians é o que menos utiliza o estádio na zona oeste da capital, já que a sua arena em Itaquera quase sempre está apta para receber jogos.

Mas e quando o Pacaembu ficar fechado para reforma?

Vale lembrar que, nos últimos anos, os clubes decidiram não “alugar” mais os estádios dos rivais para receber partidas. O Palmeiras não deve recorrer ao Morumbi, por exemplo, quando o Allianz estiver em uso para outro evento. Ou o Santos abre mão de Itaquera para ser mandante.

Pensando nisso, o iG Esporte
fez uma lista de sugestões de onde os times poderão mandar seus jogos sem o Pacaembu quando forem forçados a deixarem suas casas.

Estádio do Canindé





arrow-options
Reprodução / Lucalovesfootball

Estádio do Canindé

Proprietário
: Associação Portuguesa de Desportos

Cidade
: São Paulo

Capacidade
: 21 mil pessoas

Sem o Pacaembu, a tendência é que o Canindé seja o estádio escolhido pelos grandes de São Paulo para mandarem seus jogos em caso de necessidade. O Santos, inclusive, já começou a se movimentar nesse sentido. O presidente José Carlos Peres deve se reunir com Alexandre Barros, presidente da Lusa, para negociar uma parceria.

Arena Barueri





arrow-options
Divulgação

Arena Barueri

Proprietário
: Prefeitura de Barueri

Cidade
: Barueri

Capacidade
: 31 mil pessoas

A arena multiuso localizada na região metropolitana de São Paulo já foi usada muitas vezes pelos grandes do estado. Recebendo, inclusive, alguns clássicos. Por estar bem próxima da capital, tem potencial para receber muitos jogos a partir do ano que vem.

Leia também: Batman e Coringa se reencontram antes de jogo na Europa; assista ao vídeo

Estádio Santa Cruz





arrow-options
Divulgação

Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto

Proprietário
: Botafogo Futebol Clube

Cidade
: Ribeirão Preto

Capacidade
: 30.870 pessoas

O estádio do Botafogo-SP foi bastante utilizado na década de 90 pelos grandes paulistas – o local recebeu até clássico da capital em final de Paulistão. O ponto positivo é que a casa do Botinha passou por uma reforma de modernização; já o ponto negativo é que Ribeirão Preto está 315 quilômetros distante de São Paulo.

Estádio Municipal Paulo Constantino (Prudentão)





arrow-options
Twitter / Reprodução

Estádio Prudentão

Proprietário
: Prefeitura de Presidente Prudente

Cidade
: Presidente Prudente

Capacidade
: 45 mil tocedores

O Prudentão teve sua capacidade quadruplicada na década de 90 para sediar grandes jogos. E, de fato, foi palco de partidas inesquecíveis, como o primeiro gol de Ronaldo pelo Corinthians, por exemplo. Atualmente sem manutenção e com a cidade em crise financeira, a prefeitura de Presidente Prudente busca investidores para deixar o estádio estar apto a receber os grandes do estado.

Arena da Fonte Luminosa





arrow-options
Site oficial

Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara

Proprietário
: Associação Ferroviária de Esporte

Cidade
: Araraquara

Capacidade
: 25 mil tocedores

Disntante 270 quilômetros da capital, a casa da Ferroviária passou por uma reforma recente e foi reinaugurada em 2009. O estádio é considerado o mais moderno do interior de São Paulo. O Palmeiras já mandou alguns jogos no local durante a construção do Allianz Parque.

Estádio Brinco de Ouro da Princesa





arrow-options
Site oficial

Estádio Brinco de Ouro da Princesa, do Guarani, em Campinas-SP

Proprietário
: Guarani Futebol Clube

Cidade
: Campinas

Capacidade
: 29 mil tocedores

Além de ter uma boa capacidade, uma das grandes vantagens do estádio do Guarani é a proximidade da capital paulista – Campinas tem pouco menos de 100 quilômetros de distância de São Paulo. É uma opção para os grandes.

Estádio Moisés Lucarelli





arrow-options
Twitter/Reprodução

Estádio Moisés Lucarelli, casa da Ponte Preta

Proprietário
: Associação Atlética Ponte Preta

Cidade
: Campinas

Capacidade
: 19.700 tocedores

Assim como Brinco de Ouro, o Moisés Lucarelli também fica em Campinas e pode ser uma boa alternativa quando o Pacaembu
estiver fechado para reforma. A diferença para a casa do rival Guarani é a capacidade, com cerca de 10 mil lugares a menos.

Fonte