MORUMBI

Show de Adílio e despedida de Zico: tri do Flamengo completa 37 anos

Show de Adílio e despedida de Zico: tri do Flamengo completa 37 anos
Há exatos 37 anos, no dia 29 de maio de 1983, o Flamengo conquistava o tricampeonato brasileiro, consolidando-se, ainda mais, como um dos times mais vitoriosos do futebol nacional. Além do título, por si só, o 3 a 0 sobre o Santos contou com outros aspectos que tornam aquele confronto entre os mais memoráveis do…

Há exatos 37 anos, no dia 29 de maio de 1983, o Flamengo conquistava o tricampeonato brasileiro, consolidando-se, ainda mais, como um dos times mais vitoriosos do futebol nacional. Além do título, por si só, o 3 a 0 sobre o Santos contou com outros aspectos que tornam aquele confronto entre os mais memoráveis do Rubro-Negro. Confira a retrospectiva feita pelo LANCE!.

O PANORAMA DA FINALNa primeira partida, em 22 de maio, o Santos fez valer a vantagem de atuar em casa, e venceu por 2 a 1, com gols de Pita e Serginho Chulapa. Quem descontou para o Flamengo no Morumbi – que recebeu 114 mil torcedores – foi Baltazar.

Sete dias depois, o Flamengo venceu por 3 a 0 no Maracanã, sem dar chances ao Peixe. Os gols foram de Zico, logo no primeiro minuto de partida, Leandro e Adílio. Este último, foi o grande nome do jogo, com atuação impecável na final.

Comandado por Carlos Alberto Torres, o Flamengo entrou em campo para aquela final do Brasileiro com a seguinte equipe: Raul Plasmann; Leandro, Marinho, Figueiredo e Júnior; Vitor, Adílio e Zico; Elder, Baltazar e Júlio César.

“DESPEDIDA SECRETA” DE ZICO

O título diante do Santos marcou o fim de uma geração do Flamengo, que havia vencido os Estaduais de 1978, 1979 e 1981, os Brasileiros de 1980 e 1982, além da Libertadores e do Mundial de Clubes de 1981. Afinal, após o 3 a 0, Zico se transferiu para a Udinese, da Itália. A negociação já estava selada antes mesmo da final, mas só tornou-se pública após a decisão e o tricampeonato brasileiro.

Após duas temporadas na Itália, Zico retornou à Gávea no segundo semestre de 1985, e o Fla seguiu a conquistar títulos sob o comando do camisa 10.

O SHOW DE ADÍLIO

Terceiro atleta que mais vestiu a camisa do Flamengo, Adílio tem uma série de atuações memoráveis entre as 617 partidas que fez pelo clube. A decisão de 1983, talvez, seja a maior delas. O próprio já declarou, em entrevistas, que estava “impossível” naquele jogo. Para coroar a atuação, fez o gol derradeiro, aos 44 minutos da etapa final. A partir dali, a bola não voltou a rolar, com os jogadores do Santos envolvendo-se em uma briga com jornalistas e fotógrafos.

UM DOS MAIORES PÚBLICOS DO MARACA

Foram 155.523 torcedores no Maracanã naquele 29 de maio de 1983, sendo um dos maiores públicos da história do estádio, sendo que as arquibancadas foram ocupadas, quase que exclusivamente, por torcedores rubro-negros.

Veja também:

Entenda a disputa entre Flamengo e Globo sobre a MP dos direitos de transmissão

Fonte