CARLOS AUGUSTO

Torcedores do São Paulo vão à frente do CT protestar contra má fase

Centenas de torcedores do São Paulo foram ao CT da Barra Funda, na manhã deste sábado, para protestar contra a má fase da equipe após a eliminação para o Bahia na Copa do Brasil e a derrota no clássico para o Corinthians na última rodada do Campeonato Brasileiro. Os principais alvos da manifestação, que transcorreu…

Centenas de torcedores do São Paulo foram ao CT da Barra Funda, na manhã deste sábado, para protestar contra a má fase da equipe após a eliminação para o Bahia na Copa do Brasil e a derrota no clássico para o Corinthians na última rodada do Campeonato Brasileiro.

Os principais alvos da manifestação, que transcorreu de forma pacífica e reuniu cerca de 400 torcedores, foram os dirigentes Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, o diretor de futebol, Raí, e o gerente de futebol, Alexandre Pássaro, além dos atletas Reinaldo, Nenê, Jucilei e Hudson.

Do lado de dentro do CT, o elenco se preparava para o jogo deste domingo contra o Cruzeiro, às 16h, no Pacaembu, válido pela sétima rodada do Brasileirão. A equipe comandada pelo técnico Cuca está em 4º lugar na tabela, com 11 pontos ganhos.

Na parte de fora, em protesto cujo cortejo saiu do Centro de São Paulo e foi engrossado às portas do CT, na Avenida Marquês de São Vicente, os manifestantes fizeram questão de enfatizar que “o Brasileiro virou obrigação” e que “o pau vai quebrar” se o time não vencer a próxima partida. O incidente ocorrido na última quinta-feira, quando um segurança teria agredido um torcedor na chegada da equipe de Salvador, também foi lembrado.

O descontentamento da torcida começou a ser manifestado já na madrugada após a derrota para o Bahia, ocasião em que os muros da sede do Morumbi foram pichados com frases como “acabou a paciência”. Os protestos, conforme promete a torcida organizada Independente, devem prosseguir neste domingo, antes do compromisso com o Cruzeiro no Pacaembu.

Copyright © Estadão. Todos os direitos reservados.

Fonte