BRASILEIRÃO

Tripulante brasileira sofre hemorragia e morre em cruzeiro no Alasca

Tripulante brasileira sofre hemorragia e morre em cruzeiro no Alasca
A tripulante brasileira Diana Wierdak, de 33 anos, morreu a bordo de um cruzeiro no Alasca, Estados Unidos. O caso ocorreu na manhã de quarta-feira (27/4).A mulher trabalhava como assistente de garçons na embarcação Norwegian, que navegava pela região do Alasca. Ela teve uma hemorragia e faleceu no local.Diana era natural de São Vicente, litoral…

A tripulante brasileira Diana Wierdak, de 33 anos, morreu a bordo de um cruzeiro no Alasca, Estados Unidos. O caso ocorreu na manhã de quarta-feira (27/4).

A mulher trabalhava como assistente de garçons na embarcação Norwegian, que navegava pela região do Alasca. Ela teve uma hemorragia e faleceu no local.

Diana era natural de São Vicente, litoral de São Paulo, e filha do músico Tarso Wierdak dos Santos, conhecido na cena cultural paulista.

Nas redes sociais, amigos e familiares da tripulante prestaram homenagens. “Você era um doce de pessoa, que não levantava a voz para ninguém, que adorava uma festa, passear, viver a vida de marinheira, que sempre foi tão guerreira, nos deixou tão jovem!”, escreveu uma pessoa.

“Trabalhei com a Diana por três anos, [ela estava] sempre alegre e simpática. Recebi essa notícia e ainda estou sem acreditar. Que Deus conforte toda sua família”, comentou outro amigo nas redes sociais.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Fonte