TORCIDA

Vitória | Dirigente volta a atacar Vinícius e recorda ofensas a torcedoras

Vitória | Dirigente volta a atacar Vinícius e recorda ofensas a torcedoras
Classificação e JogosCopa do Brasil Depois de ameaçar o meia Vinícius de agressão no intervalo do jogo entre Vitória e Ceará, quarta-feira (26), no Barradão, pela Copa do Brasil, o presidente rubro-negro Paulo Carneiro soltou uma nota oficial na qual volta a atacar o jogador alvinegro e resgata polêmicas dele ao longo da carreira, incluindo…
Classificação e Jogos

Depois de ameaçar o meia Vinícius de agressão no intervalo do jogo entre Vitória e Ceará, quarta-feira (26), no Barradão, pela Copa do Brasil, o presidente rubro-negro Paulo Carneiro soltou uma nota oficial na qual volta a atacar o jogador alvinegro e resgata polêmicas dele ao longo da carreira, incluindo declarações contra torcedores do Vitória.

Em um Ba-Vi de 2018, Vinícius, então jogador do Bahia, fez uma dancinha em frente à torcida rival que acabou provocando uma briga generalizada no Barradão. Antes do clássico, o meia havia feito uma postagem que desagradou os rubro-negros: “kkkkkkkkk ídolos mitos… domingo é lá no Barralixo [alusão ao Barradão]!!!! Com as mães, as irmãs delaxxxxx kkkkkk”.

Questionado sobre o episódio após o Ba-Vi, Vinícius disse que o caso tinha ficado no passado. “Toda mulher é essencial na vida do homem. Em momento nenhum quis ofender a família de alguém. Tenho mãe, irmã e tenho essa consciência. Esse caso do Ba-Vi é passado, pedi desculpas se ofendi alguém, mas tenho consciência de que fiz isso por mal”.

Paulo Carneiro, porém, aproveitou o entrave com Vinícius e o comunicado divulgado hoje (28) no site oficial do Vitória para resgatar esse e outros episódios negativos do jogador.

Paulo Carneiro também recordou as provocações de Vinícius que geraram confusão em Ba-Vi de 2018

Imagem: MARGARIDA NEIDE/AGÊNCIA A TARDE/ESTADÃO CONTEÚDO

“Quanto ao Atleta Vinícius, precisávamos estabelecer um limite de comportamento para que ele respeite a nossa Instituição. Há dois anos esse atleta, se é que podemos chamá-lo assim, vem sendo pivô de uma série de manifestações que passaram por declarações contra as torcedoras rubro-negras, provocações e gestos obscenos. Em 2018, foi protagonista de uma briga generalizada com nove expulsões, cuja causa foi gestos obscenos contra a nossa torcida. E repetiu em outras partidas com o mesmo gesto desrespeitoso”, ressaltou.

Além dos comentários sobre Vinícius, Paulo Carneiro também aproveitou o comunicado para criticar a escolha da arbitragem para o jogo contra o Ceará. O clube se sentiu prejudicado na derrota por 4 a 3 que eliminou o time baiano da Copa do Brasil.

“Com todo respeito que temos à Comissão de Arbitragem, ficamos sem entender qual o critério utilizado para escalação de um árbitro para um jogo de tamanha importância, quando há reclamações da performance desse árbitro em vários jogos, conforme registram os diversos canais de mídia esportiva”, diz trecho da nota assinada pelo mandatário.

Leia a nota completa

O Esporte Clube Vitória vem manifestar-se formalmente acerca dos incidentes ocorridos na partida de anteontem, (26/08), contra o Ceará, pela terceira fase da Copa Brasil.

De antemão, queremos dizer que estamos totalmente entediados com os politicamente corretos, os supostos arautos da ética e da moralidade. Só nós conhecemos a nossa história e o que temos passado ao longo dos últimos anos.

Não sei se atingimos o nosso objetivo, mas precisávamos chamar a atenção da comunidade esportiva brasileira dos prejuízos que temos experimentado com as graves falhas de arbitragem dos jogos contra o Náutico, anulação de um gol absolutamente legal de Léo Ceará; O pênalti, marcado irregularmente contra o CRB, falta fora da área e a “lambança” feita pelo árbitro Paulo Roberto Alves Júnior no jogo contra o Ceará que decidia uma importante passagem de fase, com premiação milionária.

Com todo respeito que temos à Comissão de Arbitragem, ficamos sem entender qual o critério utilizado para escalação de um árbitro para um jogo de tamanha importância, quando há reclamações da performance desse árbitro em vários jogos, conforme registram os diversos canais de mídia esportiva.

“Botafogo vai entrar com representação na CBF contra o árbitro Paulo Roberto Alves Junior” (25/08/2019) – Fogão Net

“Botafogo anuncia que pedirá anulação do jogo contra o Palmeiras por erro de direito. Clube alega que o árbitro Paulo Roberto Alves Junior consultou o VAR após o jogo ter recomeçado.” (27/05/2019) – Estadão

“Presidente do Clube Paranaense ameaça “arrancar os dentes” de árbitro da seminal – Paulo Roberto Alves Junior já se envolveu em polêmica em jogo do FC Cascavel no ano passado” (16/02/2019) – Futebol Interior

“A Diretoria do São Paulo procurou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para fazer uma reclamação formal contra o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior, que apitou a vitória do time por 1 a 0 contra o Flamengo. ” (20/07/2018) – UOL

“Fortaleza solicita ao STJD anulação da partida contra o Flamengo. O clube alega ter sido prejudicado pela arbitragem comandada pelo Paulo Roberto Alves.” (18/10/2019) – Verdes Mares

“Em nova eliminação com erros de arbitragem, Dos Anjos dispara:” Nada me deixa mais revoltado”. Técnico do Paysandu faz duras críticas à atuação de Paulo Roberto Alves Junior em jogo com o CRB.” (20/02/2020) – Globo Esporte

A partida de anteontem era de fundamental importância, não só para as pretensões desportivas, bem como para o reequilíbrio financeiro do clube, motivação dos atletas e dos funcionários.

A arbitragem confusa, ruim e incompetente transformou negativamente a partida como um todo, prejudicando sobremaneira as nossas pretensões.

Mexeram com nossa esperança, com nossos atletas, com a nossa razão.

O ato da Presidência foi humano, dentro dos parâmetros que até a Lei Penal compreende (Violenta emoção).

Somos adeptos do respeito, do jogo limpo, da vitória justa.

Quanto ao Atleta Vinícius, precisávamos estabelecer um limite de comportamento para que ele respeite a nossa Instituição. Há dois anos esse atleta, se é que podemos chamá-lo assim, vem sendo pivô de uma série de manifestações que passaram por declarações contra as torcedoras rubro-negras, provocações e gestos obscenos. Em 2018, foi protagonista de uma briga generalizada com nove expulsões, cuja causa foi gestos obscenos contra a nossa torcida. E repetiu em outras partidas com o mesmo gesto desrespeitoso.

“kkkkkkkkk ídolos mitos? domingo é lá no Barralixo!!!! Com as mães, as irmãs delaxxxxx kkkkkk”(declaração de Vinícius no Bahia Notícias)

Portando, fica registrado aqui a nossa indignação pelo acontecido. Somos um Clube centenário, que sempre primou pela observância dos princípios éticos que norteiam a vida em sociedade, seja dentro ou fora de campo.

Paulo Roberto de Sousa Carneiro

Presidente do Esporte Clube Vitória.

Fonte